Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapias alternativas para o DM1: geração de biomateriais inovadores para microencapsulamento de ilhotas e agregados celulares resultantes da diferenciação de mESCs e estudo funcional de genes diferencialmente expressos durante este processo

Processo: 13/00664-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Mari Cleide Sogayar
Beneficiário:Camila Leal Lopes da Silva
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/22206-5 - Avaliação da influência do gene thioredoxin binding protein (TXNIP) no desenvolvimento pancreático de zebrafish, BE.EP.DD
Assunto(s):Microencapsulação   Ilhotas pancreáticas   Biomateriais   Células-tronco   Expressão gênica

Resumo

O Diabetes Mellitus do tipo 1 (DM1) é uma síndrome caracterizada pela destruição autoimune de células beta-pancreáticas. O transplante de ilhotas isoladas do tecido pancreático é perseguido como terapia alternativa para DM1, reduzindo as complicações hiperglicêmicas, e sendo um processo menos invasivo e menos imunogênico do que o transplante de órgão inteiro. Porém, em se tratando de alotransplante, requer administração contínua de imunossupressores aos pacientes para evitar a rejeição, estando sujeito à escassez de doadores de órgãos. Outra alternativa, é a diferenciação de células-tronco embrionárias murinas (mESCs) em células produtoras de insulina e sua propagação em laboratório, levando à obtenção de agregados celulares/clusters, que mimetizam as interações celulares das ilhotas pancreáticas. O microencapsulamento de agregados celulares utilizando materiais biocompatíveis cria um ambiente imunoprotegido que simula as interações celulares do tecido pancreático, eliminando a necessidade de imunosupressores. Novos compostos podem ser adicionados à malha capsular, visando a otimização das funções celulares e promoção da maturação final dos clusters. Identificação e caracterização funcional de genes diferencialmente expressos neste processo podem contribuir para aumentar sua eficiência. O presente projeto tem como objetivos: a) promover a maturação final dos clusters celulares in vivo em microambiente imunoprotegido e funcional de microcápsulas inovadoras e b) analisar o processo de diferenciação beta-pancreática, ao nível molecular, através da análise funcional de genes reprimidos durante esta diferenciação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEAL-LOPES, CAMILA; GRAZIOLI, GISELLA; MARES-GUIA, THIAGO R.; COELHO-SAMPAIO, TATIANA; SOGAYAR, MARI CLEIDE. Polymerized laminin incorporation into alginate-based microcapsules reduces pericapsular overgrowth and inflammation. JOURNAL OF TISSUE ENGINEERING AND REGENERATIVE MEDICINE, v. 13, n. 10 AUG 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.