Busca avançada
Ano de início
Entree

Compreendendo o papel das kinases MUT9 na regulação do tempo de floração em Arabidopsis thaliana

Processo: 13/01484-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Juan Armando Casas Mollano
Beneficiário:Izabel Cristina Ribeira de Moraes
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50483-2 - Caracterização funcional de uma recentemente identificada família de MUT9 kinases in Arabidopsis thaliana e cana-de-açúcar, AP.BIOEN.JP
Assunto(s):Floração   Epigênese genética

Resumo

O tempo de floração correto é fundamental para o sucesso da propagação de uma planta. Vários sinais internos e externos levam a planta à decisão de florir. Um dos mecanismos importantes na regulação do tempo de floração é dado ao nível de cromatina, por meio de modificações pós traducionais de proteínas histonas, que por sua vez sinalizam estados repressivos e ativos na cromatina. Recentemente, foi demonstrado que a histona H3 treonina-3 (H3T3), cuja função é manter silenciamento gênico em Chlamydomonas reinhardtii, é fosforilada pela proteína kinase MUT9. Homólogos da kinase MUT9 em plantas inclui uma família de genes sobre a qual ainda não existem estudos. Algumas das mutantes de Arabidopsis para MUT9, At3g13670 e At2g25760, apresentam floração diferente dos controles, indicando que os genes mencionados participam do controle da floração em Arabidopsis. O primeiro objetivo desse projeto será investigar o papel dos genes que codificam MUT9 no controle do tempo de floracão. Para isso, a expressão espacial e temporal desses genes será estudada por meio do uso de genes repórteres da proteína fluorescente verde (GFP). Adicionalmente, a atividade kinase das respectivas proteínas em substratos histonas também será investigada. O segundo objetivo será identificar em qual dos controles de floração At3g13670 and At2g25760 participam, e também os seus genes alvo. Adicionalmente, o projeto visa analisar o tempo de floração das mutantes em diferentes ambientes e condições, e medir a expressão de genes regulatórios do controle de floração. Por ultimo, o padrão de fosforilação e outras modificações de histonas nesses genes serão estudadas. Os resultados desse projeto irão colaborar imensamente para o aumento do conhecimento desse componente do controle em floração em plantas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Epigenética na agricultura é tema de livro 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES, IZABEL; YUAN, ZUO-FEI; LIU, SHICHONG; SOUZA, GLAUCIA MENDES; GARCIA, BENJAMIN A.; ARMANDO CASAS-MOLLANO, J. Analysis of Histones H3 and H4 Reveals Novel and Conserved Post-Translational Modifications in Sugarcane. PLoS One, v. 10, n. 7 JUL 30 2015. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.