Busca avançada
Ano de início
Entree

Aptâmeros inibidores da proteína CD73 como possíveis agentes antitumorais

Processo: 13/02293-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Alexander Henning Ulrich
Beneficiário:Arquimedes Cheffer
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50880-4 - Células-tronco: dos papéis de receptores de cininas e purinas às aplicações terapêuticas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):16/24629-3 - Papel do gene TSNARE1 no processo de exocitose de neurônios dopaminérgicos derivados de células SH-SY5Y, BE.EP.PD
Assunto(s):Biologia molecular   Eletroforese capilar   Técnica de seleção de aptâmeros   Antineoplásicos

Resumo

O metabolismo do ATP aos seus metabólitos ADP, AMP e adenosina, e consequentemente, a regulação da sinalização purinérgica, é um processo altamente regulado por uma família de ecto-nucleotidases localizadas na superfície da célula, que inclui as nucleosídeo trifosfato difosfo-hidrolases (NTPDases) e a ecto-5'-nucleotidase (CD73). O AMP é gerado pelo catabolismo do ATP via o intermediário ADP em duas reações catalisadas predominantemente por CD39 (NTPDase-1), ao passo que CD73 é essencial para a conversão do AMP a adenosina. A adenosina liberada, por sua vez, é capaz de ativar receptores nas membranas das células do sistema imune, tendo profundo efeito imunossupressor. Isso faz com que CD73 chame a atenção como um potencial alvo terapêutico no combate ao câncer, em que a supressão do sistema imune é fundamental tanto para a iniciação de neoplasmas malignos quanto para a progressão de tumores já estabelecidos. De fato, evidência recente sugere que a inibição de CD73 tanto reduz a tumorigênese e metástase, como aumenta a eficácia de terapias convencionais. Entretanto, ainda dispomos de poucos inibidores de CD73 disponíveis para testes pré-clínicos. No presente projeto, nós propomos a utilização da técnica de SELEX (Systematic Evolution of Ligands by Exponential Enrichment) para o desenvolvimento de aptâmeros contra CD73. Essas moléculas de DNA ou RNA apresentam afinidade e especificidade pelo alvo equiparáveis àquelas de anticorpos monoclonais, são de fácil síntese química e otimização, e carecem de imunogenicidade, representando uma promissora alternativa ao uso de pequenas moléculas e anticorpos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHEFFER, A.; CASTILLO, A. R. G.; CORREA-VELLOSO, J.; GONCALVES, M. C. B.; NAALDIJK, Y.; NASCIMENTO, I. C.; BURNSTOCK, G.; ULRICH, H. Purinergic system in psychiatric diseases. MOLECULAR PSYCHIATRY, v. 23, n. 1, p. 94-106, JAN 2018. Citações Web of Science: 21.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.