Busca avançada
Ano de início
Entree

O parto cesárea previamente agendado em município de médio porte do interior paulista

Processo: 13/02747-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Obstétrica
Pesquisador responsável:Cristina Maria Garcia de Lima Parada
Beneficiário:Anna Paula Ferrari
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Cesárea   Saúde materno-infantil   Parto

Resumo

Introdução: A ocorrência de morte infantil é vista como indicador de qualidade de saúde das populações, especialmente por se tratar de evento evitável na maior parte dos casos. Especificamente, a mortalidade neonatal é responsável por dois terços dos óbitos infantis e resulta de estreita relação entre variáveis biológicas, sociais e de assistência à saúde, o que torna sua redução difícil e lenta, especialmente quando se considera a mortalidade neonatal precoce, que corresponde a 50% dos óbitos ocorridos no primeiro ano de vida. Segundo a Organização Mundial da Saúde, provavelmente não há justificativa para taxas de cesárea acima de 15%, havendo relação entre cesárea sem indicação precisa e aumento da mortalidade neonatal. Objetivos: Identificar a incidência de parto cesárea e de parto cesárea previamente agendada e comparar o resultado perinatal de crianças nascidas de parto cesárea previamente agendada e parto normal. Método: Trata-se de coorte única com seleção não probabilística. Serão utilizados dados secundários do estudo "O binômio mãe-filho em Botucatu: estudo epidemiológico em ênfase na morbimortalidade materna e infantil" (Processo Fapesp 2011/05738-2), sendo incluídas no estudo todas gestantes internadas para atenção ao parto no período de 1º de janeiro a 30 de junho de 2012 nas duas maternidades existentes em Botucatu. A análise estatística será executada em duas fases em cada desfecho: na fase 1 serão identificadas as variáveis com efeito confundidor significativo. Na fase 2 a relação entre o tipo de parto e determinado desfecho será estudada considerando-se os confundidores identificados na fase 1 por meio de regressão logística múltipla para desfechos binários, regressão ordinal para desfechos com mais de 2 categorias e por regressão com resposta assimétrica para os desfechos numéricos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANNA PAULA FERRARI; MARIA ANTONIETA DE BARROS LEITE CARVALHAES; CRISTINA MARIA GARCIA DE LIMA PARADA. Associação entre pré-natal e parto na rede de saúde suplementar e cesárea eletiva. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 19, n. 1, p. -, Mar. 2016.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.