Busca avançada
Ano de início
Entree

Origens na superfície solar das tempestades geomagnéticas do ciclo solar 24

Processo: 13/03085-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Alisson Dal Lago
Beneficiário:Laura Antonia Balmaceda
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/23716-4 - Desenvolvimento de catálogos interconectados de CMEs para os instrumentos STEREO/COR2, BE.EP.PD
Assunto(s):Geofísica espacial   Astrofísica solar   Atividade solar   Clima espacial   Tempestades geomagnéticas

Resumo

Sabe-se que transientes solares, tais como explosões, proeminências eruptivas e ejeções de massa coronais (CMEs) afetam o ambiente espacial próximo à Terra injetando partículas e energia na Magnetosfera, ionosfera e alta atmosfera. Esta injeção dá origem à atividade geomagnética na forma de auroras observadas em altas latitudes, sub-tempestades e outros fenômenos relacionados ao chamado "Clima Espacial". De forma a contribuir com os estudos acerca dos efeitos da atividade solar no ambienta espacial próximo à Terra, e principalmente desenvolver técnicas e ferramentas para a previsão dos efeitos do Clima Espacial, é necessário primeiramente avançar no conhecimento das origens e evolução de distintos fenômenos que ocorrem na atmosfera solar. Atualmente existe uma grande variedade de imagens solares em diversos comprimentos de onda, combinando múltiplos instrumentos de superfície e espaciais, os quais propiciam fontes valiosas de informação para o estudo da propagação destes fenômenos do Sola até a Terra. Neste contexto, o objetivo principal deste trabalho é contribuir na investigação dos processos físicos que servem de gatilho para fenômenos da atividade solar, que estão relacionados a ocorrência de tempestades geomagnéticas intensas, aproveitando o vasto conjunto de instrumentos solares disponíveis atualmente. Em particular, serão analisados dados com alta cadência temporal e alta resolução espacial, tanto de missões espaciais quanto de telescópios operando em solo, com o objetivo de identificar as origens na superfície solar das tempestades geomagnéticas observadas na fase de ascensão e máximo do ciclo solar 24. Pretende-se investigar características particulares e determinar propriedades recorrentes, a fim de identificar padrões que permitam uma melhor previsão da geoefetividade e do tempo de viagem destes fenômenos solares até a Terra, que são fundamentais para a previsão do Clima Espacial.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BALMACEDA, LAURA A.; VOURLIDAS, ANGELOS; STENBORG, GUILLERMO; DAL LAGO, ALISSON. How Reliable Are the Properties of Coronal Mass Ejections Measured from a Single Viewpoint?. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 863, n. 1 AUG 10 2018. Citações Web of Science: 1.
VOURLIDAS, ANGELOS; BALMACEDA, LAURA A.; STENBORG, GUILLERMO; DAL LAGO, ALISSON. Multi-viewpoint Coronal Mass Ejection Catalog Based on STEREO COR2 Observations. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 838, n. 2 APR 1 2017. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.