Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos neuroprotetores dò Edaravone ná hidrocefalia experimental induzida Èm Ratos Wistar

Processo: 13/04130-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Helio Rubens Machado
Beneficiário:Camila Araujo Bernardino Garcia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fármacos neuroprotetores   Hidrocefalia   Neurocirurgia   Astrócitos

Resumo

A hidrocefalia é usualmente definida como uma deficiência no fluxo ou absorção do líquido cefalorraquidiano, resultando em uma dilatação no sistema ventricular e aumento da pressão intracraniana. O tratamento da hidrocefalia usualmente utilizado é cirúrgico, com derivações liquóricas. Entretanto, nem todos os pacientes com hidrocefalia podem ser submetidos ao tratamento cirúrgico imediatamente após o diagnóstico, seja por apresentarem condições clínicas desfavoráveis ou por apresentarem ainda dilatação ventricular inicial. Apesar das lesões da hidrocefalia ser de caráter multifatorial, sabe-se que o estresse oxidativo é um dos mecanismos envolvidos. O Edaravone é uma droga que atua sobre o estresse oxidativo e foi introduzida recentemente no tratamento de isquemia cerebral, mas ainda não foi testada na hidrocefalia. O objetivo deste trabalho será avaliar a resposta neuroprotetora do Edaravone na hidrocefalia experimental em ratos Wistar jovens, Ratos machos com 7 dias de vida receberão uma injeção de caulim a 15% na cisterna magna, para a indução da hidrocefalia. Os animais serão divididos em três grupos: controle sem injeção de caulim (n = 10), hidrocefálico sem tratamento (n=20), hidrocefálico tratado com Edaravone (2mg/kg/dia), a partir do dia pós-indução (n=20). Para avaliação da resposta ao tratamento serão realizados testes de comportamento (open field e labirinto em T), ressonância magnética de encéfalo, além de estudos bioquímicos, histológicos e imunoistoquímicos. Os resultados deste trabalho podem indicar um potencial tratamento alternativo ou adjuvante em pacientes com hidrocefalia.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, STEPHANYA COVAS; FERES, OMAR; BEGGIORA, PAMELLA DA SILVA; MACHADO, HELIO RUBENS; MENEZES-REIS, RAFAEL; ARAUJO, JOAO EDUARDO; BRANDAO, RICARDO ANDRADE; LOPES, LUIZA DA SILVA. Hyperbaric oxygen therapy reduces astrogliosis and helps to recovery brain damage in hydrocephalic young rats. CHILD'S NERVOUS SYSTEM, v. 34, n. 6, p. 1125-1134, JUN 2018. Citações Web of Science: 1.
BERNARDINO GARCIA, CAMILA ARAUJO; ROCHA CATALAO, CARLOS HENRIQUE; MACHADO, HELIO RUBENS; MATIAS JUNIOR, IVAIR; ROMEIRO, THAIS HELENA; PEIXOTO-SANTOS, JOSE EDUARDO; SANTOS, MARCELO VOLPON; LOPES, LUIZA DA SILVA. Edaravone reduces astrogliosis and apoptosis in young rats with kaolin-induced hydrocephalus. CHILD'S NERVOUS SYSTEM, v. 33, n. 3, p. 419-428, MAR 2017. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GARCIA, Camila Araujo Bernardino. Efeitos neuroprotetores do Edaravone na hidrocefalia experimental induzida em ratos Wistar. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.