Busca avançada
Ano de início
Entree

Nos termos da #interdição uma rede significante de palavras proibidas

Processo: 13/04539-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Teoria da Comunicação
Pesquisador responsável:Mayra Rodrigues Gomes
Beneficiário:Andrea Limberto Leite
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/56709-0 - Comunicação e censura: analise teórica e documental de processos censórios a partir do arquivo Miroel Silveira da biblioteca da ECA/USP, AP.TEM
Assunto(s):Análise do discurso   Censura   Interdição   Liberdade de expressão

Resumo

A presente proposta de pós-doutoramento, a ser apresentada à Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), será desenvolvida sob o eixo temático de pesquisa Liberdade de Expressão: Manifestações no Jornalismo, responsabilidade da Profª Drª Mayra Rodrigues Gomes, vinculando-se ao projeto temático apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) Comunicação e Censura - análise teórica e documental de processos censórios a partir do Arquivo Miroel Silveira da Biblioteca da ECA/USP, coordenado pela Profª Drª Maria Cristina Castilho Costa. Propomos a análise da circulação de palavras consideradas tabuísmos linguísticos tomando como base sua presença em publicações (posts) nas redes sociais que adotam o sistema de marcação indexical através da eleição de palavras-chave no sistema de hashtag. O recorte dos termos a serem observados terá como objetivo repercutir os ecos daqueles que foram censurados nas peças teatrais submetidas, entre as décadas de 30 e 60, ao Departamento de Diversões Públicas do Estado de São Paulo, às quais temos acesso através do material armazenado no acervo de peças teatrais do Arquivo Miroel Silveira (AMS). O trabalho tomará como base o levantamento já realizado dos trechos com restrição textual constantes nas peças parcialmente liberadas do referido Arquivo, produto da pesquisa de doutorado Coincidências da Censura - Figuras de linguagem e subentendidos nas obras teatrais do AMS voltada para a busca de implícitos e figuras de linguagem apresentada à Escola de Comunicações e Artes da USP. Assim, observaremos, num primeiro nível, a recorrência dos termos de outrora nas redes sociais hoje e, num segundo nível, a manutenção ou deslocamento dos sentidos que eles enredam/enredavam. Entendemo-los dentro de uma perspectiva discursiva, realizando uma análise que se suporta também sobre uma perspectiva etimológica, linguística, histórica e social. Na medida em que escrutinamos os termos censurados ontem e a validade de sua circulação atual, pretendemos informar sobre os contornos de sua condição como termos tabu identificada nas articulações em que se inserem. Assim, como ponto de partida, entendemos o estatuto da palavra de forma complexa, em sua relação formal com outras numa rede significante (J. Lacan), em seu engendramento de poder na relação com a identidade do que define (M. Foucault) e na possibilidade de ser ligada a outras (definições sobre o hipertexto, com P. Lévy). Nossa análise deverá concentrada no estudo das construções realizadas com as mesmas palavras, anotando o reforço/manutenção ou o inusitado/reorganização dos termos censurados sob a insígnia do interdito. Herdamos do trabalho em nível de doutorado a hipótese de que a maior parte dos termos recuperados relaciona-se com a proibição a conteúdos considerados moralmente ofensivos. Tais observações deverão permitir, concomitante ao estudo no nível da palavra, elaborar os pontos de contato entre a noção de arquivo e de rede a partir da seguinte articulação teórica: 1- a noção de rede significante, como forma de evidenciar as articulações de sentidos que relacionam os mesmos termos em momentos diversos (na diacronia) a partir de um ponto de ligação (sincronia) na rede; 2- partindo do debate foucaultiano, a discussão sobre as possibilidades de estruturação de um arquivo como unidade, tratando sobre o que lhe oferece coesão; 3 - o traçado sobre as possibilidades de organização de arquivos associados às novas tecnologias e novas mídias de acordo com o pensamento sobre rede. De maneira mais abrangente, o presente estudo procura identificar onde se manifesta a vontade de censura hoje, na sua forma de constrangimento à fala e interdição à expressão. Tem, ainda, em seu horizonte o objetivo de repor conteúdos sociais que, de outro modo, poderiam ser considerados datados e ultrapassados, mas que consideramos vivos e determinantes da forma como nos comunicamos sobre temas tabu.