Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento de edifícios altos em alvenaria estrutural

Processo: 12/22454-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 25 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Guilherme Aris Parsekian
Beneficiário:Ernesto Silva Fortes
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/02362-2 - Comportamento de edifícios altos em alvenaria estrutural, BE.EP.DR
Assunto(s):Alvenaria estrutural

Resumo

A possibilidade de construir edifícios altos com o sistema construtivo em alvenaria estrutural com apartamentos amplos, um edifício na zona leste de são Paulo alcançou já a marca dos 24 pavimentos e outros dois no Morumbi, zona Sul, se encontram em construção, vêm enterrando alguns velhos preconceitos com o sistema. Tem do em conta isso, este projeto tem por objetivo o desenvolvimento uma extensa pesquisa bibliográfica e experimental para avaliar o comportamento de edifícios altos em alvenaria estrutural. Portanto, a 1ª parte do trabalho passa-se por uma revisão bibliográfica nacional e internacional sobre o comportamento da alvenaria quanto às forças de compressão simples, compressão na flexão, resistência ao cisalhamento, tração na flexão, flexo-compressão e aderência, e o comportamento de pórticos. A segunda parte do projeto, que engloba 1ª fase do programa experimental será a realização de ensaios de caracterização dos materiais (blocos, argamassa e graute) e elementos (paredes e prismas) quanto às forças de compressão simples, compressão na flexão, resistência ao cisalhamento, tração na flexão, flexocompressão e aderência. A 2ª fase do programa experimental passa-se por uma analise e ensaios de pórticos de alvenaria, entendidos como feitas de pilares e vigas de alvenaria, analisadas e dimensionadas como pórticos. O objetivo dessa fase é entender o modelo estrutural tendo em conta vários fatores, como o vão efetivo a ser considerada, a relativa pequena rigidez e baixa resistência ao cisalhamento e a flexão das vigas de alvenaria entre os trechos de paredes, prevendo o limite de fissuração e a taxa de armadura das vigas, a considerável diminuição da rigidez do pórtico e a ligação entre a viga e o pilar e entre paredes. Continuando, será realizada a modelagem em elementos finitos dos ensaios realizados e de um edifício alto em alvenaria estrutural (pórticos) para se ter analise e comparativo com o experimental.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONSECA, FERNANDO S.; FORTES, ERNESTO S.; PARSEKIAN, GUILHERME A.; CAMACHO, JEFFERSON S. Compressive strength of high-strength concrete masonry grouted prisms. CONSTRUCTION AND BUILDING MATERIALS, v. 202, p. 861-876, MAR 30 2019. Citações Web of Science: 0.
FORTES, ERNESTO S.; PARSEKIAN, GUILHERME A.; FONSECA, FERNANDO S.; CAMACHO, JEFFERSON S. High-Strength Concrete Masonry Walls under Concentric and Eccentric Loadings. JOURNAL OF STRUCTURAL ENGINEERING-ASCE, v. 144, n. 6 JUN 2018. Citações Web of Science: 1.
E. S. FORTES; G. A. PARSEKIAN; J. S. CAMACHO; F. S. FONSECA. Compressive strength of masonry constructed with high strength concrete blocks. Rev. IBRACON Estrut. Mater., v. 10, n. 6, p. -, Nov. 2017.
FORTES, ERNESTO S.; PARSEKIAN, GUILHERME A.; FONSECA, FERNANDO S. Relationship between the Compressive Strength of Concrete Masonry and the Compressive Strength of Concrete Masonry Units. JOURNAL OF MATERIALS IN CIVIL ENGINEERING, v. 27, n. 9 SEP 2015. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.