Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização histopatológica e metodologias efetivas para identificação humana por análise de DNA em ossadas exumadas

Processo: 12/24918-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Edna Sadayo Miazato Iwamura
Beneficiário:Rafael Dias Astolphi
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Análise de sequência de DNA   Antropologia forense

Resumo

No Brasil, a prática forense de identificação de corpos possui singular importância em função dos altos números de registros de pessoas desaparecidas. Além da investigação relacionada à elucidação de crimes, restos esqueléticos têm sido utilizados como fonte de DNA para determinar, com confiabilidade praticamente absoluta, a paternidade ou filiação, identificação humana em desastres naturais, em guerras e conflitos e sepulturas em massa, O DNA possui alta estabilidade química mesmo após um longo período de tempo e esta molécula está presente em todas as células nucleadas do organismo humano, o que facilita sua obtenção. Contudo, sabe-se que muitos fatores presentes no local onde o material é encontrado, como o calor, a umidade e a presença de inibidores da reação de cadeia em polimerase (PCR), influenciam tanto a qualidade como a quantidade do DNA utilizado nas análises posteriores. Por outro lado, as amostras advindas de restos mortais representam uma das fontes mais difíceis para obtenção de DNA a serem empregadas nos processos de identificação humana. O presente trabalho tem como objetivos avaliar: 1) as alterações microscópicas em ossadas exumadas; 2) qual protocolo de extração de DNA é mais eficiente nestas amostras; 3) os perfis genéticos completos de todas as amostras; 4) qual amostra, dente ou fragmento femoral, fornece resultados mais completos em relação aos marcadores genéticos de identificação humana; 5) se a técnica de microdissecção a laser é uma solução na recuperação de DNA em amostras ósseas muito degradadas e com muitos inibidores; 6) a correlação entre características microscópicas de ossadas exumadas com seus resultados moleculares para avaliar o potencial da análise histopatológica no processo de triagem destas amostras; 7) as características histopatológicas de ossadas enterradas com as de ossadas encontradas sobre o solo. Casuística: serão seccionados e cedidos pelo Centro de Medicina Legal (CEMEL) do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) fragmentos córtico-medulares de osso compacto de diáfise femoral de 100 ossadas exumadas oriundas do cemitério Bom Pastor de Ribeirão Preto. Também serão cedidos pelo CEMEL dentes destas mesmas amostras. Serão utilizados metodologias para análise histopatológicas e moleculares: 1) corte dos blocos será realizado em micrótomo automático coloração por Hematoxilina e Eosina e Ácido Periódico-Schiff e Prata Metenamina; e imuno-histoquímica. 2) Serão empregados o kits de extração e quantificação de DNA (Applied Biosystems). A técnica de microdissecção a laser será realizada nas amostras em que o perfil genético completo não for obtido. As amplificações serão realizadas no termociclador PCR System 9700® (Applied Biosystems) empregando-se o sistema multiplex de STR Power Plex® ESX 17 System (Promega) A eletroforese será realizada no sequenciador capilar ABI 3130 Genetic Analyser® (Applied Biosystems). Aspectos éticos: o trabalho será desenvolvido sob autorização da diretoria da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto (CODERP), entidade responsável administrativamente pelo Cemitério Bom Pastor. Não haverá divulgação ou exposição de informações pessoais dos exumados, sendo garantido o sigilo dos dados obtidos, pois somente os participantes do projeto terão acesso aos mesmos. Esperamos determinar as alterações histopatológicas de ossos exumados e definir qual é a melhor metodologia para a obtenção de perfis genéticos completos nestas amostras, o que é fundamental para auxiliar especialistas da área forense a adotarem um fluxo de conduta laboratorial efetivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MELLO, RAFAEL BARRIOS; REGIS SILVA, MARIA REGINA; SEIXAS ALVES, MARIA TERESA; EVISON, MARTIN PAUL; GUIMARAES, MARCO AURELIO; FRANCISCO, RAFAELLA ARRABACA; ASTOLPHI, RAFAEL DIAS; MIAZATO IWAMURA, EDNA SADAYO. Tissue Microarray Analysis Applied to Bone Diagenesis. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, JAN 4 2017. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.