Busca avançada
Ano de início
Entree

Envolvimento de mecanismos plásticos associados à renovação neuronal hipocampal no efeito da fluoxetina sobre a extinção no modelo do medo condicionado ao som

Processo: 13/02549-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Sâmia Regiane Lourenço Joca
Beneficiário:Cassiano Ricardo Alves Faria Diniz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hipocampo   Medo

Resumo

O modelo do medo condicionado ao som possui grande correlato à face clínica do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), seja por ambos utilizarem o constructo do condicionamento para induzir respostas emocionais de medo, ou por ambos utilizarem o processo de extinção com a finalidade de eliminar a resposta condicionada. O tratamento crônico com fluoxetina, um antidepressivo/ansiolítico inibidor seletivo da recaptação de serotonina, facilita o processo de extinção de maneira dependente dos níveis de BDNF hipocampal. Sabe-se que os antidepressivos aumentam a proliferação e a sobrevida de novos neurônios hipocampais, sendo tal processo de sobrevivência também dependente de BDNF. Há evidências de que a sobrevivência e integração de novos neurônios do giro denteado à rede neural adjacente parecem influenciar tarefas relacionadas com a função hipocampal, incluindo processos de condicionamento e de extinção. Os antidepressivos não só aumentam a neurogênese hipocampal como também aumentam a morte celular programada de neurônios do giro denteado, facilitando a renovação celular. Portanto, formulamos a hipótese que a fluoxetina facilita o processo de extinção através da promoção da renovação celular hipocampal. Esta facilitação ocorreria na medida que haveria uma maior integração de novos neurônios à rede neuronal responsável pelo processo de extinção (integração dependente de BDNF), ao passo que haveria também uma maior morte neuronal de novos neurônios responsáveis pelo processo de condicionamento. Para tanto, pretendemos avaliar a função da renovação celular hipocampal, a partir da administração crônica de fluoxetina, sobre o processo de extinção do medo condicionado ao som. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DINIZ, CASSIANO R. A. F.; BIOJONE, CAROLINE; JOCA, SARNIA R. L.; RANTAMAKI, TOMI; CASTREN, EERO; GUIMARAES, FRANCISCO S.; CASAROTTO, PLINIO C. Dual mechanism of TRKB activation by anandamide through CB1 and TRPV1 receptors. PeerJ, v. 7, FEB 21 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.