Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento geoambiental dos municípios de Espírito Santo do Pinhal e Santo Antonio do jardim (SP)

Processo: 13/03415-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Fábio Augusto Gomes Vieira Reis
Beneficiário:Camila Jardinetti Chaves
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Processos geológicos   Geoprocessamento

Resumo

Novas formas do uso da terra surgiram para atender os interesses econômicos e também o tempo de renovação do meio físico. Neste contexto, o mapeamento geoambiental vem se mostrando bastante eficiente como instrumento de planejamento ambiental, para análise das potencialidades e fragilidades do meio ambiente. Tendo em vista a importância dessa ferramenta para a gestão das inter-relações nas práticas antrópicas com o espaço geográfico, necessário se faz, que unidades geoambientais sejam identificadas em Espírito Santo do Pinhal e Santo Antônio do Jardim (SP). Municípios de pequeno porte e não possuem mapas geoambientais que possam contribuir na avaliação de processos geológicos, frequentes em regiões situadas no limite do embasamento cristalino com a bacia sedimentar do Paraná, o que possibilita a aplicação e teste da metodologia de forma adequada, e que a mesma possa subsidiar o desenvolvimento sustentável das práticas econômicas, dentre elas a extração mineral de areia e argila. Diante do exposto, o principal objetivo é elaborar o zoneamento geoambiental através da compartimentação fisiográfica dos municípios, com auxilio do sensoriamento remoto e geoprocessamento, para a elaboração das cartas: áreas de preservação permanente, uso e cobertura da terra e de compartimentação fisiográfica. De modo a integrar essas e gerar a de fragilidade ambiental. E com base nesses resultados considerar medidas de proteção ambiental. A pesquisa será desenvolvida sob a ótica da visão sistêmica, de acordo com a abordagem teórica e das técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CHAVES, Camila Jardinetti. Mapeamento geoambiental de Espírito Santo do Pinhal e Santo Antônio do Jardim (SP). 2014. 144 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Geociencias e Ciencias Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.