Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da expressão de microRNAs e citocinas associados ao processo inflamatório pela Helicobacter pylori

Processo: 13/03625-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Ana Elizabete Silva
Beneficiário:Ana Flávia Teixeira Rossi Freire
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Helicobacter pylori   Citocinas   Inflamação   MicroRNAs

Resumo

A inflamação crônica propicia um microambiente favorável para a transformação neoplásica, sendo muitas vezes decorrente de infecção persistente por agentes patológicos. Neste modelo, enquadra-se o câncer gástrico como uma consequência da infecção pela bactéria Helicobacter pylori. A infecção persistente por esta bactéria promove inflamação crônica, sendo o principal fator etiológico para progressão do câncer de estômago a partir da gastrite atrófica, metaplasia e displasia. A bactéria também possui fatores de virulência como cagA e vacA que modulam e resposta imune do hospedeiro, inflamação crônica e mudanças patológicas da mucosa gástrica. Por outro lado, a erradicação da H. pylori pode ser capaz de reverter lesões pré-cancerosas, prevenindo a transformação maligna, sendo a eficiência desta prevenção dependente do tempo de infecção. Dentre os fatores de risco do hospedeiro que contribuem para a carcinogênese gástrica encontra-se a desregulação na expressão de genes envolvidos na resposta inflamatória, como expressão alterada de citocinas que pode aumentar ou diminuir a resposta imune causada pelo patógeno. Esta alteração pode ser influenciada por microRNAs (miRNAs) no nível pós-transcricional, sendo que alguns estudos têm evidenciado a importância destes pequenos RNAs na regulação da inflamação, assim como sua desregulação decorrente da infecção pela H. pylori. Além disto, miRNAs podem modular algumas funções celulares, como apoptose, proliferação, diferenciação e metabolismo. Portanto, podem atuar como oncogenes ou genes supressores tumorais, influenciando diferentes tipos de cânceres. Há relatos ainda da ação dos miRNAs sobre os níveis de expressão do mRNAs de interleucinas na mucosa gástrica infectada pela H. pylori, mas não há estudos quanto a relação de ambos parâmetros nos pacientes infectados pela H. pylori e posteriormente submetidos a terapia de erradicação. Desta forma, os objetivos do presente estudo são: (a) Avaliar a expressão dos microRNAs miR-103, miR200c, miR-223, miR-365, miR-370 e miR-375 em biópsias gástricas de pacientes com dispepsia H. pylori-positivos antes e após a terapia de erradicação, em comparação com os H. pylori-negativos pela técnica de PCR em tempo real; (b) Avaliar a expressão quantitativa do mRNA dos genes das citocinas IL-1², IL-2, IL-6, IL12, TGFB-RII e TNF-± nas mesmas amostras e condições por PCR em tempo real e investigar a ocorrência de associação entre a expressão dos microRNAs e do mRNA das citocinas; (c) Avaliar a expressão protéica das citocinas com expressão alterada por imuno-histoquímica e investigar possível associação entre expressão dos microRNAs e destas proteínas; (d) Investigar a associação dos genótipos de virulência CagA e VacA da H. pylori com os níveis de expressão dos miRNAs e dos genes de citocinas. Os resultados poderão evidenciar diferenças destes parâmetros antes e após o tratamento de erradicação, e assim alterar a resposta inflamatória do hospedeiro, como também mostrar se os níveis de miRNAs e citocinas são restaurados após a erradicação da bactéria. Em conjunto esses dados podem indicar alguns miRNA como biomarcadores de inflamação e grupos de risco para progressão ao câncer gástrico.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEIXEIRA ROSSI, ANA FLAVIA; TARGA CADAMURO, ALINE CRISTINA; BISELLI-PERICO, JOICE MATOS; MOREIRA LEITE, KATIA RAMOS; SEVERINO, FABIO EDUARDO; REIS, PATRICIA P.; CORDEIRO, JOSE ANTONIO; SILVA, ANA ELIZABETE. Interaction between inflammatory mediators and miRNAs in Helicobacter pylori infection. Cellular Microbiology, v. 18, n. 10, p. 1444-1458, OCT 2016. Citações Web of Science: 12.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FREIRE, Ana Flávia Teixeira Rossi. Efeito do tratamento da H. pylori na expressão de citocinas e microRNAs associados ao processo inflamatório. 2015. 105 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.