Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial fitotóxico de Sementes de Sesbania virgata sobre a germinação e o crescimento inicial de plântulas de Leucaena leucocephala (Lam.)de wit

Processo: 13/03978-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Marcia Regina Braga
Beneficiário:Daiane Salete Broch Mignoni
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Catequina   Ácido abscísico   Sementes   Alelopatia   Carboidratos

Resumo

A utilização de plantas invasoras para recuperar áreas degradadas tem sido extensiva, porém, ao mesmo tempo, preocupante, pois a rápida disseminação destas espécies está se tornando uma ameaça à biodiversidade nativa. Sesbania virgata é leguminosa nativa da América do Sul, pioneira, de crescimento rápido e que tolera inundação, sendo descrita como invasora em várias regiões. Estudos realizados pelo nosso grupo revelaram que sementes de S. virgata exsudam metabólitos secundários antifúngicos e fitotóxicos logo no início do processo de embebição, sendo o flavonóide (+)-catequina a principal fitotoxina encontrada nesses exsudatos. Os exsudatos de sementes de S. virgata inibiram a germinação e o crescimento inicial de espécies agronômicas, além de atrasar a mobilização dos carboidratos de reserva. Em duas espécies florestais que co-ocorrem com S. virgata, esses efeitos foram bem menos intensos. Uma hipótese recente para explicar o sucesso das espécies invasoras sugere que efeitos fitotóxicos mais intensos são esperados entre plantas que não têm histórias evolutivas comuns. Desse modo, neste projeto pretende-se avaliar os efeitos fitotóxicos dos exsudatos de sementes de sesbania sobre a germinação e o metabolismo de reserva de uma espécie exótica, Leucaena leucocephala, visando testar a hipótese de que os efeitos de aleloquímicos são mais intensos entre espécies que não possuem histórias evolutivas comuns. Adicionalmente, pretende-se investigar a contribuição do ácido abscísico, que sabidamente é exsudado pelas sementes de sesbania, no seu efeito alelopático, bem como investigar a possível exsudação de fitotoxinas por sementes de leucena. Este projeto representa a continuidade de estudos anteriores apoiados pela FAPESP na forma de auxílios e bolsas e sua proposição objetiva responder algumas questões cruciais surgidas nesses estudos. Com isso, pretende-se contribuir para ampliar o entendimento das interações planta-planta e dos processos ecofisiológicos envolvidos nas vantagens adaptativas que algums espécies apresentam durante seu estabelecimento inicial.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BROCH MIGNONI, DAIANE SALETE; SIMES, KELLY; BRAGA, MARCIA REGINA. Potential allelopathic effects of the tropical legume Sesbania virgata on the alien Leucaena leucocephala related to seed carbohydrate metabolism. Biological Invasions, v. 20, n. 1, p. 165-180, JAN 2018. Citações Web of Science: 2.
MIGNONI, D. S. B.; SANT'ANA CABRAL, R.; TORRES, L. M. B.; BRAGA, M. R. Phytotoxic effects of Leucaena leucocephala seeds on seeds germination and seedling growth of rice and tomato. ALLELOPATHY JOURNAL, v. 42, n. 2, p. 279-294, NOV 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.