Busca avançada
Ano de início
Entree

Clima e produção do espaço urbano em Marília e São Carlos: contribuição ao estudo das cidades médias na perspectiva da geografia do clima

Processo: 13/04417-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:João Lima Sant'Anna Neto
Beneficiário:Camila Riboli Rampazzo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Cidades médias   Produção do espaço urbano   Microclima urbano   Climatologia

Resumo

Uma das formas mais evidentes com que os problemas ambientais urbanos e de saúde pública se manifestam nos centros urbanos é por meio do fenômeno climático, notadamente, no mundo tropical, através da radiação solar, fonte de calor caracterizado pelos processos termodinâmicos. A forma com que os espaços urbanos têm sido produzidos (resultado de um complexo processo de atuação e intervenção dos agentes sociais sob uma paisagem em constante mutação) acaba por potencializar ou amenizar as dinâmicas de geração de condições mais ou menos adequadas ao conforto ambiental, importante indicador da qualidade de vida no espaço urbano. Considerando que estudos recentes tem demonstrado um aumento significativo das temperaturas intraurbanas, os indícios de alterações térmicas são evidentes, ainda que não haja consenso sobre a correlação entre o aumento das temperaturas e o porte das cidades. Diante disso, o presente projeto tem por objetivo analisar e identificar a ocorrência e a distribuição espacial das diferenças termo-higrométricas das cidades de Marília/SP e São Carlos/SP, considerando suas diferentes formas, estruturas e expansões territoriais urbanas, que resultam em espaços diferenciados, em que os segmentos menos favorecidos da população tornam-se mais vulneráveis aos seus efeitos mais negativos. Para tanto, serão realizados estudos bibliográficos sobre os aspectos urbanos (configuração das estruturas e formas urbanas) das cidades de Marília e São Carlos, além dos aspectos de uso e ocupação do solo; e, de forma associada, pretende-se mensurar os dados das características térmicas e higrométricas e interpretação da carta termal (banda 6, Landsat 7) dos espaços urbanos por meio de transectos móveis representativos dos distintos espaços urbanos definidas pelo zoneamento urbano e mapa de exclusão social, visto que os matérias construtivos desempenham importante papel no desconforto térmico. O estudo trará uma perspectiva comparativa entre as duas cidades de porte médio, identificando a configuração e as magnitudes destes gradientes térmicos e demonstrando como o clima urbano, considerado como produto social, também é gerador de desigualdades, potencializando os espaços segregados.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RAMPAZZO, Camila Riboli. Clima e produção do espaço urbano : contribuição ao estudo da Geografia do Clima no contexto das cidades de São Carlos e Marília. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.