Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel das células Th17 e T reguladoras (Tregs) na imunomodulação de lesões periapicais experimentais

Processo: 13/05994-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Gustavo Pompermaier Garlet
Beneficiário:Carolina Fávaro Francisconi Mortari
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Lesões periapicais   Células Th17

Resumo

O estabelecimento, progressão e severidade das lesões periapicais crônicas, embora dependentes da presença de microrganismos patogênicos, são altamente influenciadas pela resposta imune e inflamatória do hospedeiro. Neste contexto, diferentes subtipos de linfócitos, tais como Th17 e Tregs (células T reguladoras), têm sido implicados na patogênese de tais lesões. Entretanto, tais associações não foram confirmadas por meio de estudos causa-efeito, permanecendo o papel dessas células na imunomodulação dessas lesões, assim como os mecanismos potencialmente envolvidos, desconhecidos. Assim, o objetivo desse projeto é investigar o papel das Tregs e Th17 em um modelo experimental de lesões periapicais em camundongos C57Bl/6 WT (Fukada, Silva et al. 2008; Garlet, Fukada et al. 2010; Aranha, Repeke et al. JEndond 2013), através da caracterização histomorfométrica e molecular das lesões frente ao tratamento com anticorpos anti-GITR (inibição das Tregs, Garlet et al. 2010), utilização de animais knockout para IL-17 (IL-17-KO com background genético C57Bl/6) e sua comparação com os animais WT não tratados. Serão utilizados como parâmetros a análise histopatológica e histomorfométrica, marcação e contagem de osteoclastos e análise do perfil de expressão gênica por Real-Time PCR Array de fatores envolvidos na destruição de tecidos moles e no processo de osteoclastogênese. A análise conjunta de tais dados, envolvendo suscetibilidade ou resistência das diferentes linhagens elucidará o papel das Tregs e células Th17 no desenvolvimento das doenças perirradiculares, e dos mecanismos envolvidos em sua regulação, favorecendo o entendimento da imunopatogênese das lesões e permitindo, assim, o desenvolvimento de novas estratégias para o diagnóstico e manejo clínico de tais patologias. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCISCONI, C. F.; VIEIRA, A. E.; AZEVEDO, M. C. S.; TABANEZ, A. P.; FONSECA, A. C.; TROMBONE, A. P. F.; LETRA, A.; SILVA, R. M.; SFEIR, C. S.; LITTLE, S. R.; GARLET, G. P. RANKL Triggers Treg-Mediated Immunoregulation in Inflammatory Osteolysis. JOURNAL OF DENTAL RESEARCH, v. 97, n. 8, p. 917-927, JUL 2018. Citações Web of Science: 8.
FRANCISCONI, CAROLINA FAVARO; VIEIRA, ANDREIA ESPINDOLA; BIGUETTI, CLAUDIA CRISTINA; GLOWACKI, ANDREW J.; FAVARO TROMBONE, ANA PAULA; LETRA, ARIADNE; SILVA, RENATO MENEZES; SFEIR, CHARLES S.; LITTLE, STEVEN R.; GARLET, GUSTAVO POMPERMAIER. Characterization of the Protective Role of Regulatory T Cells in Experimental Periapical Lesion Development and Their Chemoattraction Manipulation as a Therapeutic Tool. JOURNAL OF ENDODONTICS, v. 42, n. 1, p. 120-126, JAN 2016. Citações Web of Science: 13.
ARAUJO-PIRES, ANA CLAUDIA; FRANCISCONI, CAROLINA FAVARO; BIGUETTI, CLAUDIA CRISTINA; CAVALLA, FRANCO; FABIO ARANHA, ANDREZA MARIA; LETRA, ARIADNE; FAVARO TROMBONE, ANA PAULA; FAVERI, MARCELO; SILVA, RENATO MENEZES; GARLET, GUSTAVO POMPERMAIER. Simultaneous analysis of T helper subsets (Th1, Th2, Th9, Th17, Th22, Tfh, Tr1 and Tregs) markers expression in periapical lesions reveals multiple cytokine clusters accountable for lesions activity and inactivity status. Journal of Applied Oral Science, v. 22, n. 4, p. 336-346, Jul. 2014. Citações Web of Science: 43.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.