Busca avançada
Ano de início
Entree

Primeiro registro de conteúdos abdominais em Crocodyliformes fósseis e suas implicações paleoecológicas e biológicas

Processo: 13/06811-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 10 de julho de 2013
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Max Cardoso Langer
Beneficiário:Pedro Lorena Godoy
Supervisor no Exterior: Mark Allen Norell
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : American Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/16007-9 - Revisão da alfa-taxonomia dos Baurusuchidae (Crocodyliformes, Mesoeucrocodylia) da formação Vale do Rio do Peixe (Grupo Bauru, Cretáceo Superior), com a descrição de um novo espécime da região de General Salgado-SP, BP.MS
Assunto(s):Paleobiologia   Paleoecologia   Fósseis vertebrados   Conteúdo gastrointestinal

Resumo

A descoberta de vertebrados fósseis contendo elementos, ingeridos em vida, ainda preservados em sua cavidade abdominal é um acontecimento de reconhecida importância na paleontologia. Tais achados são extremamente raros, devido à dificuldade de preservação, e permitem uma série de discussões em diversos campos como a paleoecologia e a paleobiologia. Apesar da grande diversidade morfológica durante o Mesozoico, até o momento nenhum registro de conteúdos abdominais havia sido feito para Crocodyliformes fósseis. Assim, o material alvo deste projeto credencia-se como um achado de grande relevância, uma vez que representa o primeiro registro de conteúdos abdominais em Crocodyliformes fossilizados. Além disso, o material, encontrado na cavidade abdominal de um espécime de Baurusuchidae (Mesoeucrocodylia), foi associado a Sphagesauridae, outro grupo de Crocodyliformes, evidenciando também a diversidade de nichos ecológicos ocupada por esses animais durante o Mesozoico. Deste modo, o presente projeto objetiva, por meio de um estágio no exterior, aprofundar os conhecimentos do aluno acerca das implicações paleoecológicas e biológicas do novo achado, munindo-o com um maior número de dados para realizar as discussões relacionadas. O estágio, com duração de 6 meses, aconteceria na Division of Paleontology do American Museum of Natural History, sob orientação do Dr. Mark Allen Norell. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Descubren un cocodrilo fósil con restos de otro cocodrilo en su cavidad abdominal 
Descoberto crocodilo fóssil com restos de outro crocodilo na cavidade abdominal 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GODOY, PEDRO L.; BRONZATI, MARIO; ELTINK, ESTEVAN; MARSOLA, JULIO C. DE A.; CIDADE, GIOVANNE M.; LANGER, MAX C.; MONTEFELTRO, FELIPE C. Postcranial anatomy of Pissarrachampsa sera (Crocodyliformes, Baurusuchidae) from the Late Cretaceous of Brazil: insights on lifestyle and phylogenetic significance. PeerJ, v. 4, MAY 26 2016. Citações Web of Science: 16.
GODOY, PEDRO L.; MONTEFELTRO, FELIPE C.; NORELL, MARK A.; LANGER, MAX C. An Additional Baurusuchid from the Cretaceous of Brazil with Evidence of Interspecific Predation among Crocodyliformes. PLoS One, v. 9, n. 5 MAY 8 2014. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.