Busca avançada
Ano de início
Entree

Endotécio cristalífero em Melastomataceae - um marcador morfológico com potencial implicação na sistemática da família

Processo: 13/08945-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Simone de Pádua Teixeira
Beneficiário:Ana Paula de Souza Caetano
Supervisor no Exterior: Fabian Armando Michelangeli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : New York Botanical Garden (NYBG), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:10/15077-0 - Apomixia, sexualidade, poliploidia e viabilidade polínica na tribo neotropical Miconieae (Melastomataceae), BP.DR
Assunto(s):Melastomataceae

Resumo

Os cristais de oxalato de cálcio, sais altamente insolúveis e compostos por ácido oxálico e cálcio podem ser encontrados em quase todos os tecidos vegetais, e sua morfologia e distribuição geralmente constituem caracteres conservados dentro de um determinado grupo, podendo apresentar valor taxonômico, como verificado em Melastomataceae. A família é reconhecida pela ausência de espessamentos fibrosos nas paredes das células do endotécio, a camada subepidérmica da parede da antera. Neste grupo, os cristais têm sido observados nesta camada, característica aparentemente rara em angiospermas. O objetivo principal do presente trabalho é verificar a presença de cristais de oxalato de cálcio em células do endotécio em representantes de Melastomataceae, discutindo a evolução deste estado de caráter dentro do grupo e seu significado na elucidação de questões taxonômicas. Anteras de aproximadamente 147 espécies distribuídas em todas as tribos atualmente reconhecidas da família serão amostradas. Técnicas usuais de anatomia serão empregadas na preparação de lâminas histológicas. Os resultados preliminares, com 62 espécies analisadas, já indicam a importância taxonômica deste estado de caráter. Das 85 espécies restantes, 39 serão processadas e analisadas no Brasil, e as demais durante o estágio de pesquisa no exterior, onde os resultados devem ser discutidos com um especialista em sistemática da família. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA CAETANO, ANA PAULA; BASSO-ALVES, JOAO PAULO; CORTEZ, PRISCILA ANDRESSA; GARCIA DE BRITO, VINICIUS LOURENCO; MICHELANGELI, FABIAN ARMANDO; REGINATO, MARCELO; GOLDENBERG, RENATO; CARMELLO-GUERREIRO, SANDRA MARIA; TEIXEIRA, SIMONE PADUA. Evolution of the outer ovule integument and its systematic significance in Melastomataceae. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 186, n. 2, p. 224-246, FEB 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.