Busca avançada
Ano de início
Entree

Compondo Chiquinha Gonzaga: história e gênero na música popular brasileira

Processo: 13/00677-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 17 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Heloísa André Pontes
Beneficiário:Rafael Do Nascimento Cesar
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/06986-8 - Compondo Chiquinha Gonzaga: história e gênero na música popular brasileira, BE.EP.MS
Assunto(s):Sociologia da cultura   Mulheres na arte   Compositores

Resumo

Esta pesquisa visa a analisar a trajetória social da instrumentista, compositora e maestrina Francisca Edwiges Neves Gonzaga (1847 - 1935) tendo em vista a rede de relações e interdependências na qual a artista estava inserida e como se deu a objetivação de seu carisma, seja pelo seu reconhecimento artístico em vida, seja pela documentação e interpretação de seu legado pelas biografias sobre ela escritas. Do mesmo modo, verificar-se-á como a experiência musical, quando contextualizada sócio-historicamente, significou, para Chiquinha Gonzaga, um processo de construção de sua identidade enquanto musicista e, ao mesmo tempo, de sua identidade como mulher. Também se propõe à investigação das inflexões de gênero presentes na produção cultural de bens simbólicos no Rio de Janeiro do entresséculos, tomando a atividade musical (execução instrumental e composição) como processo de constituição de subjetividades na intersecção com os principais marcadores sociais de diferença (sexualidade, cor, geração, classe social e gênero).

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CESAR, Rafael Do Nascimento. A composição de uma pioneira : De Francisca a Chiquinha. 2015. Dissertação de Mestrado.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.