Busca avançada
Ano de início
Entree

Os bacharéis e o Império: formação escolar e experiência política na crise do Brasil monárquico (1861-1900)

Processo: 13/02774-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Angela Maria Alonso
Beneficiário:Carlos Eduardo Dias Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História do Brasil Império

Resumo

Os anos finais da monarquia brasileira compuseram um momento bastante interessante para a formação concepções e ideias sobre o que seria a nação. Nesse sentido, a geração de 1870, grupo de intelectuais e políticos de então, lançara diversas questões que buscavam fazer a crítica do referencial monárquico de pensamento baseado no romantismo, no patriarcalismo e no catolicismo. Tendo como base tais temas, somados a novas concepções vindas da Europa, a geração de 1870 apropriou-se desse repertório de ideias a partir de sua experiência social de marginalização política. Pretendemos neste projeto de pesquisa relacionar o tipo de formação intelectual recebido por alguns agentes dessa geração em três instituições escolares da época: uma mais tradicional (caso do Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro), uma mais moderna (o Colégio Culto à Ciência de Campinas), outra "no meio do caminho" (o Ginásio Baiano de Salvador), enfatizando o peso da influência 1. dos currículos escolares e 2. da ação dos professores na 3. formação do repertório político dos egressos daquelas instituições, destacando a agency desse alunos na formação do mesmo, principalmente no que se refere à questão da abolição da escravidão. Visamos, assim, reconstruir o repertório de formas de agir e pensar transmitidos pelas três instituições de ensino. Este projeto, já em andamento, está vinculado a um maior, "O Abolicionismo como movimento social", coordenado por Angela Alonso com financiamento da Fapesp (proc. 12/08495-6).

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOUZA, Carlos Eduardo Dias. A educação como prática política: formação e renovação de repertórios pedagógicos no segundo Reinado (o Colégio Pedro II, o Ginásio Baiano e o Culto à Ciência). 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.