Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da função atrial esquerda em cães com degeneração mixomatosa valvar mitral

Processo: 13/04444-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Denise Saretta Schwartz
Beneficiário:Matheus Matioli Mantovani
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Função atrial esquerda   Ecocardiografia   Insuficiência cardíaca congestiva   Cães

Resumo

O exame ecocardiográfico é considerado o método diagnóstico não invasivo de escolha para detecção precoce das lesões na valva mitral, avaliação da gravidade da regurgitação mitral, estimativa das pressões de enchimento do ventrículo esquerdo e determinação da função miocárdica. No entanto, devido à sobrecarga de volume, ao remodelamento ventricular e às alterações hemodinâmicas associadas à progressão da degeneração mixomatosa valvar mitral (DMVM), a estimativa da pressão de enchimento ventricular e detecção da disfunção miocárdica na presença desta cardiopatia são desafiadoras. O decréscimo da função atrial esquerda geralmente reflete pressões elevadas de enchimento ventricular e podem indicar o grau de disfunção ventricular em pacientes com doença valvar significativa. Embora vários estudos experimentais em cães tenham usado índices ecocardiográficos para detecção da insuficiência cardíaca congestiva (ICC), dados sobre cães com DMVM naturalmente adquirida são escassos. Além do que, até o momento nenhum estudo clínico analisou a função atrial esquerda, por meio do speckle tracking bidimensional e estimativa do volume atrial pelo método de Simpson em cães com DMVM. O objetivo deste estudo clínico será avaliar a função atrial esquerda por meio do exame ecocardiográfico bidimensional de cães domésticos afetados por DMVM naturalmente adquirida com e sem insuficiência cardíaca congestiva, além de determinar a utilidade dos índices ecocardiográficos no diagnóstico precoce de ICC. A hipótese deste estudo é de que os índices ecocardiográficos obtidos para avaliar a função atrial esquerda possam auxiliar no reconhecimento precoce da ICC nos pacientes caninos afetados por degeneração mixomatosa valvar mitral. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MANTOVANI, Matheus Matioli. Função mecânica do átrio esquerdo em cães com degeneração valvar crônica de mitral. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.