Busca avançada
Ano de início
Entree

A organização da agenda de pesquisa em câncer no estado de São Paulo: uma análise da formação do campo de pesquisa em oncologia molecular (1981-2014)

Processo: 13/05368-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Maria Conceição da Costa
Beneficiário:Renan Gonçalves Leonel da Silva
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Auxílio à pesquisa   Política científica e tecnológica   Oncologia

Resumo

Como uma agenda de pesquisa é estabelecida? Como são definidos os atores, os instrumentos de política e as instituições públicas e/ou privadas que amparam a produção do conhecimento científico? Qual o papel do Estado no desenho de agendas de pesquisa especialmente em uma área interdisciplinar como a biomedicina? Para responder essas perguntas, esta pesquisa pretende apresentar uma análise dos principais atores e iniciativas que tem contribuído para a formação de uma agenda de pesquisa em Câncer no estado de São Paulo. Dar-se-á ênfase a atividade de produção científica em oncologia molecular na cidade de São Paulo, principalmente a partir da década de 1970. A intenção é retomar os fatores que levaram os pesquisadores a escolher suas abordagens teóricas, disciplinares e de linhas de pesquisa, mostrando como emergiram grupos interessados em aplicar a biologia molecular no estudo da doença ao longo da segunda metade do século XX. Com a finalidade de localizar as características da agenda paulista, levantamos informações sobre produção científica em importantes instituições de ensino e pesquisa na cidade de São Paulo. Foram aplicadas entrevistas com importantes pesquisadores atuantes em tais centros, aliado à pesquisa documental no banco de dados da Biblioteca Virtual da FAPESP. Este trabalho pretende contribuir com os Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia na medida em que interpreta o surgimento de novas agendas de pesquisa em biomedicina como um processo político, culturalmente situado e relacional. É crítico entender qual tem sido o papel da comunidade científica em informar a formulação de políticas de saúde pública e redesenhar o formato das organizações de pesquisa e assistência em Câncer em países em desenvolvimento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. A agenda de pesquisa em oncologia molecular no estado de São Paulo (1971-2013). 2015. 267 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Geociências.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.