Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade cambial em plantas de Cordiera concolor (Cham.) Kuntze (Rubiaceae) submetidas a regime hídrico controlado

Processo: 13/05700-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Carmen Regina Marcati
Beneficiário:Natália Oliveira Totti de Lara
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Anatomia da madeira

Resumo

A atividade do câmbio vascular é sensivelmente alterada por fatores endógenos e exógenos, sendo as variáveis climáticas e o fotoperíodo os que consideraremos neste projeto. A temperatura e o fotoperíodo são as principais variáveis ambientais que afetam a atividade cambial em espécies de região temperada e a sazonalidade pluviométrica é considerada o fator que determina a atividade do câmbio em região tropical. Cordiera concolor (Rubiaceae) é uma boa espécie modelo para estudos de sazonalidade cambial, pois o lenho da espécie apresenta camadas de crescimento bem delimitadas, característica ideal para utilizarmos como marcador. Assim, nossos objetivos são testar se a atividade cambial de plantas de C. concolor mantidas sob regime hídrico controlado aumenta em decorrência do aumento da disponibilidade hídrica, independentemente da temperatura, do fotoperíodo ou ambos; se será a mesma em condições de temperatura e fotoperíodo diferentes e mesmo regime hídrico e se há interação entre esses fatores com a disponibilidade hídrica em relação à atividade cambial. Realizaremos o experimento no Viveiro de Mudas da Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP, campus de Botucatu, SP. Coletaremos, de 20 plantas, amostras de caule e processaremos segundo as técnicas usuais em anatomia vegetal, além de prepararmos amostras para microscopia eletrônica de transmissão (MET). Aplicaremos o teste qui-quadrado e análise de variância de dois fatores para testar se ocorrem diferenças no comportamento do câmbio vascular entre as plantas submetidas ao experimento. Com os resultados obtidos poderemos afirmar se a disponibilidade hídrica é limitante para a atividade cambial de plantas tropicais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOTTI DE LARA, NATALIA OLIVEIRA; DA SILVA, MAGALI RIBEIRO; NOGUEIRA, ANSELMO; MARCATI, CARMEN REGINA. Duration of cambial activity is determined by water availability while cambial stimulus is day-length dependent in a Neotropical evergreen species. ENVIRONMENTAL AND EXPERIMENTAL BOTANY, v. 141, p. 50-59, SEP 2017. Citações Web of Science: 2.
TOTTI DE LARA, NATALIA OLIVEIRA; MARCATI, CARMEN REGINA. Cambial dormancy lasts 9 months in a tropical evergreen species. TREES-STRUCTURE AND FUNCTION, v. 30, n. 4, p. 1331-1339, AUG 2016. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LARA, Natália Oliveira Totti de. Influência da disponibilidade hídrica, fotoperíodo e temperatura na atividade cambial em Cordiera concolor (Rubiaceae). 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.