Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da suscetibilidade à miltefosina em isolados de Leishmania (Viannia) braziliensis

Processo: 13/01613-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Adriano Cappellazzo Coelho
Beneficiário:Caroline Ricce Espada
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmaniose cutânea   Ações farmacológicas   Avaliação de medicamentos

Resumo

A Leishmaniose é uma doença causada por protozoários parasitas do gênero Leishmania. No Brasil, a espécie Leishmania braziliensis é a principal responsável por causar leishmaniose cutânea, que se caracteriza pelo surgimento de lesões ulcerativas na pele e que pode evoluir para a forma mucocutânea ou disseminada da doenças, ambas muito severas. O tratamento da doença, no Brasil, ainda se baseia principalmente no uso de antimoniato de meglumina, uma droga de alto custo, tóxica, que requer aplicação parenteral e que demonstrou taxas decrescentes de cura durante os últimos anos. A miltefosina (hexadecilfosfocolina) é uma droga, inicialmente desenvolvida como antineoplásica, que demonstrou atividade contra as leishamnias. É o único medicamento de via oral utilizado para o tratamento da leishmaniose não requerendo hospitalização. O fármaco já é utilizado na Ásia, Europa. Na Índia, onde é amplamente utilizado no tratamento da leishmaniose visceral apresentou altas taxas de cura, porém estudos mostram que a suscetibilidade do parasita ao medicamento varia entre diferentes espécies e cepas. O objetivo do trabalho é avaliar a suscetibilidade a miltefosina de isolados de Leishmania braziliensis, de diferentes regiões do Brasil de modo a contribuir com a avaliação do potencial da miltefosina como um fármaco para tratar a leishmaniose no Brasil e a entender os mecanismos de ação e de resistência para a droga. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REIMAO, JULIANA Q.; OLIVEIRA, JORDANA C.; TRINCONI, CRISTIANA T.; COTRIM, PAULO C.; COELHO, ADRIANO C.; ULIANA, SILVIA R. B. Generation of Luciferase-Expressing Leishmania infantum chagasi and Assessment of Miltefosine Efficacy in Infected Hamsters through Bioimaging. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 9, n. 2 FEB 2015. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.