Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção sustentável e integrada de biocombustíveis a partir de biomassa algal, com efluentes de sistemas de tratamento de esgoto residencial

Processo: 13/01828-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Sônia Maria Flores Gianesella
Beneficiário:Octávio Simeão Bernardes Coelho de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/02916-8 - Caracterização do perfil de hidratos de carbono de uma estirpe isolada de efluente residual do gênero Scotiellopsis sp., BE.EP.DR   14/05195-7 - Caracterização do perfil lipídico e de hidratos de carbono de três microalgas isoladas de efluente residual, BE.EP.DR
Assunto(s):Algas   Biomassa   Biodiesel   Desnitrificação

Resumo

Este projeto visa a otimização da produtividade lipídica de algas em escala piloto, de sistemas de produção, colheita e de extração de óleos de biomassa algal para biodiesel, adequados à escala industrial, e o estudo da capacidade de tratamento de águas residuais residenciais, por biofixação dos nutrientes (nitrogênio, fósforo e elementos metálicos) como também do abatimento de fontes residuais de carbono orgânico e provenientes de emissões gasosas. Neste projeto serão utilizadas culturas unialgais de água doce pertencentes ao Banco de Microalgas Marinhas (BMM) do Instituto Oceanográfico (IO) da Universidade de São Paulo (USP), e culturas endógenas da cidade de São Paulo, mistas e isoladas do efluente residencial da USP, recuperado dos sistemas de tratamento de águas residuais por lodo ativado, presentes no Centro Internacional de Referência e Reuso de Água (CIRRA).Por outro lado, este projeto irá utilizar as instalações e equipamentos adquiridos durante a vigência do processo FAPESP 2011/17479-1 nos seguintes pontos: uso da estufa, bancadas e sistema raceway para produção primária de fitoplâncton, sistema de filtração tangencial por membranas de efluente (MBR - Membrane Bio Reactor), compressor, cilindro de CO2 e materiais acessórios, entre outros equipamentos relevantes ao cultivo e/ou ao tratamento dos efluentes líquidos após processo de decantação e sistema MBR. Está contemplado o uso das instalações e equipamentos do Laboratório de Ecologia do Fitoplâncton e Produção Primária (PROFITO) do IOUSP, adquiridos durante a execução do processo 2010/50187-1, encerrado em 30 de Setembro de 2012, bem como o uso de dados meteorológicos, incluindo a radiação solar, obtidos nos equipamentos do Instituto de Eletrotécnica e de Energia (IEE/USP). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.