Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil funcional e de interações da proteína kinase hNek10 no reparo do dano de DNA

Processo: 13/11160-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Jörg Kobarg
Beneficiário:Priscila Ferreira Papa
Supervisor no Exterior: Joan Roig Amorós
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institute for Research in Biomedicine (IRB), Espanha  
Vinculado à bolsa:10/15262-2 - Clonagem e expressão da proteína cinase Nek10 humana visando estudos estruturais e funcionais moleculares e celulares, BP.DD
Assunto(s):Radiação ionizante   Reparo do DNA

Resumo

A instabilidade genômica e mutações são consideradas Hallmarks do câncer. A partir de diferentes vias é possível reparar o dano causado no DNA evitando que demais erros sejam passados para células filhas mantendo a normalidade celular. Nesse sentido, membros das famílias das Neks são atuantes nessas vias através de suas sinalizações e atividades catalíticas. Um desses membros é a hNek10 já caracterizada por sua mediação na resposta à estímulos de UV. Através de resultados preliminares de duplo híbrido foi possível identificar uma presa membro do complexo de coesinas, descrita como participante do reparo do DNA. Assim, tornou-se relevante a investigação do perfil funcional de hNek10 nas vias do reparo em colaboração com o grupo do Dr. Joan Roig. Além disto, realizaremos o tratamento das células com agentes danificadores do DNA no grupo do pesquisador Travis Stracker. Os resultados obtidos nas análises de espectrometria de massas, microscopia e RT-PCR fornecerão novos dados de interactoma, localização e expressão de hNek10. Este resultados poderão ser comparados com células apresentando hNek10 silenciada, mutada ou superexpressa. Assim, análises de western blot, microscopia confocal e time-lapse permitirão a análise de hNek10 com proteínas conhecidas nas vias de reparo e interactores. Adicionalmente, as análises de citometria de fluxo permitirão a distinção de populações com alterações no ciclo celular, caso ocorram paradas mitóticas em checkpoints. A partir destes novos dados será possível caracterizar e investigar funcionalmente a hNek10 neste processo celular específico. (AU)