Busca avançada
Ano de início
Entree

Envolvimento do estresse oxidativo e das citocinas pró-inflamatórias na hipertensão

Processo: 13/05189-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Vanderlei Menani
Beneficiário:Mariana Ruiz Lauar
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50770-1 - Mecanismos neurais de regulação do equilíbrio hidroeletrolítico e controle cardiorrespiratório, AP.TEM
Assunto(s):Doenças cardiovasculares   Hipertensão   Angiotensina II   Citocinas

Resumo

Os resultados obtidos durante a iniciação científica da candidata demonstraram que a injeção intracerebroventricular (ICV) de peróxido de hidrogênio (H2O2) ou do inibidor da catalase 3-amino-1,2,4-triazol (ATZ) reduz agudamente a resposta pressora induzida pela angiotensina II (ANG II) ICV em ratos normotensos, ratos espontaneamente hipertensos (SHR) ou ratos com hipertensão renovascular do tipo 2 rins, 1 clipe (2R1C). A injeção intravenosa (IV) de ATZ em ratos normotensos ou com hipertensão 2R1C também reduziu a resposta pressora produzida pela injeção ICV de ANG II. A combinação de H2O2 ICV com ATZ IV ou ICV aboliu a resposta pressora da ANG II ICV em ratos normotensos e também reduziu a pressão arterial basal dos ratos SHR e com hipertensão 2R1C. Como uma maior disponibilidade de H2O2 agudamente em ratos SHR ou com hipertensão 2R1C levou a uma menor resposta pressora da ANG II e uma redução da pressão arterial basal, uma das propostas do presente projeto é se testar o efeito da administração subcutânea (SC) ou ICV cronicamente (4 semanas) de ATZ sobre a pressão arterial basal de ratos normotensos, SHR ou com hipertensão 2R1C, enquanto a pressão arterial estivesse sendo acompanhada continuamente (por pletismografia de cauda ou telemetria). Estudos recentes também sugerem que a ativação de mecanismos centrais durante a hipertensão está associada com um estado de inflamação, causando ativação da microglia com aumento de citocinas pró-inflamatórias (IL-1, IL-6, TNF-±) e diminuição das citocinas anti-inflamatórias (IL-10). Um mimético da enzima superóxido dismutase, o tempol, que diminui a disponibilidade do ânion superóxido, foi capaz de reduzir a pressão arterial e a atividade simpática renal de ratos com hipertensão 2R1C. Assim, outra proposta do projeto é investigar se tratamento crônico com ATZ ou tempol SC ou ICV, afetaria os níveis de citocinas inflamatórias e a ativação da microglia no núcleo paraventricular do hipotálamo (PVN) e na área rostroventrolateral do bulbo (RVL). Também serão investigados se ATZ ou tempol SC ou ICV afetariam a expressão da proteína c-Fos em neurônios vasopressinérgicos do PVN, as respostas barorreflexas, a atividade simpática, a ingestão diária de água e ração, peso corporal, a excreção renal e como isto estaria correlacionado com eventuais mudanças da pressão arterial em ratos SHR ou com hipertensão 2R1C. Adicionalmente serão testados os efeitos de injeções bilaterais de H2O2 ou ATZ no PVN e na área RVL sobre a pressão arterial de ratos hipertensos bem como sobre as respostas pressoras da ANG II e do glutamato injetados nestas áreas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DAVID, RICHARD B.; RONCARI, CAMILA F.; LAUAR, MARIANA R.; VENDRAMINI, REGINA C.; ANTUNES-RODRIGUES, JOSE; MENANI, JOSE V.; DE LUCA, JR., LAURIVAL A. Sodium intake, brain c-Fos protein and gastric emptying in cell-dehydrated rats treated with methysergide into the lateral parabrachial nucleus. Physiology & Behavior, v. 151, p. 111-120, NOV 1 2015. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.