Busca avançada
Ano de início
Entree

BAXI-ZHONG GUO GUANXI: O Processo de Construção da Parceria Estratégica Brasil-China (1993-2012)

Processo: 13/06025-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Marcos Cordeiro Pires
Beneficiário:Aline Tedeschi da Cunha
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Governança global   China   Brasil

Resumo

A presente pesquisa tem por escopo investigar as bases da dinâmica norteadora das fases do relacionamento entre os Global Players Brasil e China sob a apreciação do termo parceria estratégica, desde sua gênese em 1993 até a atualidade - momento em que esse relacionamento é alçado a uma parceria estratégica global em junho de 2012, assumindo proporções verdadeiramente estratégicas para ambos os países em âmbito multilateral num contexto de crise econômica mundial. Analisar-se-á o grau de compatibilidade entre as posições de tais países em fóruns globais de governança - particularmente nas Nações Unidas, mostrando as variações de enfoque que os caracterizaram na condução da parceria ao longo dos anos, em congruência com questões tangentes à esfera econômico-comercial, sobretudo o novo modelo de complementaridade comercial assumido na década de 2000. Para tais análises, serão utilizados material bibliográfico, fontes primárias de documentação, coleta de dados de fontes oficiais tratados por técnicas de estatística descritiva e publicações de imprensa como base factual de conjuntura internacional. Assim, aspira-se, além de legitimar a hipótese de uma mudança de enfoque da esfera econômica bilateral para a esfera político-diplomática de âmbito multilateral da parceria estratégica na conjuntura em que ela é alçada como global e a positiva viabilidade desta para o Brasil, também avaliar compatibilidades de interesses, principais projetos e empenhos acudidos por cada parte e desdobramentos em matéria de cooperação nos campos político, comercial e científico-tecnológico no sentido de agregar coerência e permitir o entendimento da manipulação político-econômica sino-brasileira.