Busca avançada
Ano de início
Entree

Arapiraca/AL e Itabaiana/SE - a feira livre como gênese e desenvolvimento de dois centros regionais do interior do Nordeste brasileiro

Processo: 12/25256-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Armen Mamigonian
Beneficiário:Paul Clívilan Santos Firmino
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/10296-7 - Desenvolvimento regional entre norte e sul de Portugal e as sub-regiões do nordeste brasileiro, BE.EP.MS
Assunto(s):Desenvolvimento regional   Desenvolvimento econômico   Nordeste

Resumo

Localizadas no Agreste alagoano e sergipano, respectivamente, as cidades de Arapiraca e Itabaiana, são portadoras de uma dinâmica singular, despontando como centros regionais no interior do Nordeste brasileiro. A gênese do processo que resultou nesse quadro de referência alicerça-se, sobretudo, na feira livre que assumiu relevância e se refletiu na expansão do comércio e no surgimento de diversas iniciativas industriais. Por conseguinte, contribuindo à criação de uma gama de novos e diversificados serviços e o consequente crescimento das suas economias. No caso de Arapiraca a feira ganha impulso com o desenvolvimento da cultura fumageira, enquanto em Itabaiana o caminhão é o responsável direto pela expansão da feira livre. Nesta perspectiva, o presente trabalho propõe analisar essa gênese ancorada no papel da feira, combinada com outros eventos como as atividades agrícolas, considerando a força e o espírito de iniciativa do povo agrestino. Destarte, foi essencial revisitar os eventos que marcaram cada período na história econômica dos seus respectivos estados e a influência na economia de Arapiraca e Itabaiana, ao tempo em que buscou fazer relação da feira livre com a proposta dos dois circuitos da economia urbana (SANTOS, [1979] 2008). O uso de um referencial teórico-metodológico centrado no entendimento de variáveis como feira livre, desenvolvimento econômico e regional, industrialização, economia natural e de mercado, dinamicidade e centralidade, a partir das concepções de autores como Andrade (1979 e 1998), Braudel (1998), Bispo (2013), Carvalho (2012), Carvalho e Costa (2012), Guedes (1999), Lima (1965), Mamigonian (1965, 2009), Melo (1980), Rangel (1959, 2012c), Santos ([1980] 2010), Santos e Silveira (2010) entre outros, mostrou-se imprescindível nesta investigação. Trilhando por este caminho, a concreção da investigação deu-se mediante o trabalho de campo, que contou com aplicação de questionários com feirantes, consumidores, caminhoneiros e empresários/industriais das duas cidades analisadas. Assim, foi possível constatar um desenvolvimento centrado nas iniciativas locais, com surgimento de pequenos negócios originados do circuito inferior, onde a mão de obra local, o capital próprio e as técnicas não tão modernas, foram a base para o sucesso de iniciativas em diversos ramos. Dessa forma, refletindo-se decisivamente no desenvolvimento econômico desses dois importantes centros regionais do interior do Nordeste brasileiro.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FIRMINO, Paul Clívilan Santos. Arapiraca/AL e Itabaiana/SE: a feira livre como gênese e desenvolvimento de dois centros regionais do interior do Nordeste brasileiro. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.