Busca avançada
Ano de início
Entree

Performance de métodos para detecção de lesões de cárie proximais em molares decíduos: estudo in vivo

Processo: 12/20940-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Rita de Cássia Loiola Cordeiro
Beneficiário:Thais Hildebrand Albertoni
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico bucal   Cárie dentária   Fluorescência

Resumo

A presença de lesões de cárie proximais pode ser estimada clinicamente através de alterações de cor na crista marginal, vista por oclusal, associada à presença de gengivite e placa bacteriana na papila gengival. A determinação da presença, ausência e da profundidade da lesão tem sido classificada através de critérios de codificação de sinais. O exame radiográfico tem sido o exame de escolha para auxiliar o exame clínico na detecção dessas lesões. Métodos baseados em fenômenos ópticos resultantes das diferenças entre as estruturas dentárias hígidas e cariadas foram desenvolvidos com o objetivo de auxiliar a detecção e quantificar as lesões (Diagno Dent Pen 2190 - Kavo, Biberach, Alemanha). Vários trabalhos têm sido realizados in vitro comprovando a eficácia das técnicas auxiliares de diagnóstico. O objetivo deste trabalho é avaliar, in vivo, o desempenho dos métodos citados acima na detecção de lesões de cárie proximais em molares decíduos. Serão utilizadas 50 faces proximais de molares que serão analisados e classificados segundo critérios estabelecidos por NYVAD et al 1999 e com a utilização do DDPen. Os que apresentarem sinais sugestivos de lesão em dentina serão radiografados. Confirmado radiograficamente a presença da lesão em dentina, as cavidades serão preparadas e classificadas quanto a extensão da lesão (0: cavidade em esmalte; 1: cavidade na metade externa da dentina; 2: cavidade profunda em dentina) e restaurados. Serão calculadas a sensibilidade, especificidade, acurácia e área sob a curva ROC para cada método de detecção da lesão de cárie. (AU)