Busca avançada
Ano de início
Entree

Significado corporeado e significado como uso: uma investigação das relações entre a Linguística Cognitiva e a filosofia de Wittgenstein

Processo: 12/24577-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Filosofia da Linguagem
Pesquisador responsável:Evani de Carvalho Viotti
Beneficiário:Joana Bortolini Franco
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Linguística cognitiva   Ludwig Wittgenstein   Significado

Resumo

A pesquisa proposta neste projeto tem por objetivo esclarecer as relações entre a linguística cognitiva e a filosofia de Wittgenstein. Na linguística cognitiva, Wittgenstein é frequentemente apontado como um autor cujas orientações relativas à abordagem da linguagem e do significado devem ser levadas em conta. Entretanto, as relações entre a linguística cognitiva e o pensamento wittgensteiniano ainda não foram investigadas a fundo, dificultando a compreensão clara de suas consequências. Tendo por referência a noção de significado presente nessas duas linhas de pensamento, esta pesquisa deverá averiguar em que medida a concepção corporeada de língua da linguística cognitiva pode dialogar com a concepção pública de significado de Wittgenstein. Por um lado, essa proposta envolve lidar com a diferença entre dois domínios de investigação, tratando parte da questão em termos da oposição entre ciência e filosofia. Por outro lado, e principalmente, a pesquisa envolve a comparação dos modelos explicativos da linguística cognitiva com as investigações descritivas de Wittgenstein, levando em conta que se trata, de um lado, de uma concepção mental e cognitivamente determinada e, de outro, de uma concepção pública e arbitrária de significado. A pesquisa pretende fornecer um acesso à filosofia de Wittgenstein a partir dos interesses da linguística cognitiva, contribuindo para o entendimento das relações entre essas duas linhas de pensamento.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANCO, Joana Bortolini. Significado corporeado e significado como uso: uma investigação das relações entre a linguística cognitiva e a filosofia de Wittgenstein. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.