Busca avançada
Ano de início
Entree

Psicanálise e políticas públicas: catadores de material reciclável e o laço social no grupo psicoterapêutico

Processo: 13/03272-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Sílvio José Benelli
Beneficiário:João Elias Cury Junior
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Políticas públicas   Psicanálise

Resumo

Nosso objetivo nesta pesquisa é contribuir com a discussão e o aprimoramento das práticas da Psicologia na direção da Atenção Psicossocial no campo das políticas públicas que envolvem os temas da psicanálise e da subjetividade relacionados com a área do trabalho cooperado na reciclagem de lixo. A partir da oferta de uma escuta psicoterapêutica em grupo, pautada pela psicanálise de Freud e Lacan, pretendemos estudar a subjetividade produzida no contexto dos catadores de material reciclável organizados em cooperativas e os possíveis efeitos para o sujeito em sofrimento psíquico que se dispuser a realizar um percurso clínico baseado em uma ética e técnica consoantes com produção de singularidade, portanto, não assujeitadora. Contribuições teóricas do Materialismo Dialético, da Filosofia da Diferença e da Análise Institucional também permitirão ampliar a escuta do pesquisador diante da movimentação do significante produzida pelo catador, com o objetivo de entender como ele tece e lida com as representações de si - perpassadas pela função social por meio da qual se insere na existência: a de lidar com dejetos. O trabalho clínico, aliado a uma revisão bibliográfica que, além dos vetores teóricos mencionados, contempla textos relacionados ao trabalho cooperado e documentos oficiais nas áreas da Saúde Mental e da política de resíduos, nortearão nossa ação e reflexão acerca da psicanálise, na modalidade de atendimento grupal; o que incidirá em uma elaboração sobre a viabilidade da psicanálise nestes espaços, bem como em uma crítica ao Modo Capitalista de Produção e ao que este gera/oferece no campo da Saúde Mental por meio de suas práticas e políticas de cuidado. Palavras-chave: Psicanálise, Atenção Psicossocial, Grupo Psicoterapêutico, Catadores de Materiais Recicláveis, Políticas Públicas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JUNIOR, João Elias Cury. Que voz na voz não ouvida? : Uma escuta psicanalítica a catadores de recicláveis. 2015. 244 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Letras (Campus de Assis)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.