Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade de toxinas de veneno de Crotalus durissus terrificus na replicação do HCV

Processo: 13/03897-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Carolina Gomes Jardim
Beneficiário:Jacqueline Farinha Shimizu
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Virologia   Cultura de células   Venenos de serpentes   Crotalus durissus terrificus   Antivirais   Vírus da hepatite C

Resumo

A Hepatite C afeta milhares de pessoas no mundo, sendo uma das principais causas de doenças e transplantes relacionados ao fígado. Não há uma vacina para o vírus da hepatite C (HCV) e os métodos de tratamento existentes não apresentam resultados para todos os pacientes tratados, além de apresentarem custos elevados. Muitos compostos originários de toxinas extraídas de venenos animais têm demonstrado potencial terapêutico, alguns com atividade antiviral. Estudos prévios demonstraram que complexos extraídos de veneno de serpentes apresentaram atividade inibitória na replicação de outros vírus. No Brasil, existe uma diversidade de serpentes venenosas, os quais o potencial dos complexos que constituem os venenos é desconhecido. Novas abordagens para produção de futuros antivirais mostram-se necessárias, visando a melhora na resposta e diminuição no custo do tratamento. Neste contexto, compostos extraídos de veneno de serpentes podem fornecer uma alternativa para o desenvolvimento de novas terapias. O presente trabalho tem como objetivo estudar o efeito de toxinas extraídas de veneno de C. durissus terrificus, na replicação do HCV in vitro. Serão realizados ensaios de Luciferase, de citotoxicidade celular, Western Blotting e Imunofluorescência e resultados que serão obtidos poderão ser de grande relevância para o desenvolvimento de futuros tratamentos para infecção por HCV.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SHIMIZU, JACQUELINE FARINHA; LIMA, CAROLINE SPRENGEL; PEREIRA, CARINA MACHADO; BITTAR, CINTIA; BATISTA, MARIANA NOGUEIRA; NAZARE, ANA CAROLINA; POLAQUINI, CARLOS ROBERTO; ZOTHNER, CARSTEN; HARRIS, MARK; RAHAL, PAULA; REGASINI, LUIS OCTAVIO; GOMES JARDIM, ANA CAROLINA. Flavonoids from Pterogyne nitens Inhibit Hepatitis C Virus Entry. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, NOV 23 2017. Citações Web of Science: 3.
SHIMIZU, JACQUELINE FARINHA; PEREIRA, CARINA MACHADO; BITTAR, CINTIA; BATISTA, MARIANA NOGUEIRA; FERNANDES CAMPOS, GUILHERME RODRIGUES; DA SILVA, SUELY; OLIVEIRA CINTRA, ADELIA CRISTINA; ZOTHNER, CARSTEN; HARRIS, MARK; SAMPAIO, SUELY VILELA; AQUINO, VICTOR HUGO; RAHAL, PAULA; GOMES JARDIM, ANA CAROLINA. Multiple effects of toxins isolated from Crotalus durissus terrificus on the hepatitis C virus life cycle. PLoS One, v. 12, n. 11 NOV 15 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.