Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação audiológica em crianças com hipotireoidismo congênito

Processo: 12/25012-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Francisca Colella dos Santos
Beneficiário:Amanda Ferreira Hernandez Rogério
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Perda auditiva   Hipotireoidismo congênito   Audição   Eletrofisiologia

Resumo

Objetivo geral: Analisar a função auditiva de crianças com Hipotireoidismo Congênito (HC). Os objetivos específicos são: analisar os resultados obtidos na avaliação eletrofisiológica e comportamental considerando a faixa etária, gênero, orelha direita e esquerda, idade no diagnóstico, tipo do HC tendo como critério o tempo de exposição aos níveis elevados de TSH e/ou diminuídos de T4 Livre e aderência ao tratamento do HC; comparar as avaliações do grupo HC com o grupo controle. Sujeitos e Métodos: Pretende-se realizar avaliação auditiva em 56 crianças, sendo 28 do grupo HC e 28 do grupo controle, com idade entre 0 a 24 meses. As crianças do grupo HC serão acompanhadas nos ambulatórios de hipotireoidismo do Serviço de Referência em Triagem Neonatal da Universidade Estadual de Campinas. A avaliação audiológica será realizada no Laboratório de Diagnóstico Audiológico Infantil no CEPRE/FCM/UNICAMP e será constituído pelos procedimentos: avaliação dos Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico (PEATE), Emissões Otoacústicas Transientes (EOAT), supressão das Emissões Otoacústicas, imitanciometria e avaliação auditiva comportamental. Os casos em que os resultados da avaliação forem alterados serão encaminhados para avaliação otorrinolaringológica no Hospital de Clínicas da Unicamp e os casos de perda auditiva serão encaminhados para o processo de reabilitação. Análise dos dados: todos os dados coletados nos prontuários das crianças, assim como os resultados obtidos na avaliação auditiva, serão registrados em fichas, banco de dados e analisados estatisticamente. Os testes aplicados serão definidos posteriormente pelo profissional da área em conjunto com o pesquisador.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROGÉRIO, Amanda Ferreira Hernandez. Avaliação audiológica em crianças com hipotireoidismo congênito. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.