Busca avançada
Ano de início
Entree

O jogo de simulacro com base em contos filosóficos como contribuição à arte-educação

Processo: 13/05791-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Marcos Ferreira Santos
Beneficiário:Theda Cabrera Gonçalves Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estudos interdisciplinares   Arte-educação   Formação de professores   Hermenêutica   Jogos de simulação

Resumo

O trabalho sobre si na formação inicial de educadores por meio da dramatização de contos filosóficos de mitema iniciático. Esta pesquisa interdisciplinar (financiamento CAPES, 2011-2013; FAPESP 2013-2014) propõe o trabalho sobre si na formação inicial de educadores por meio da prática da dramatização de contos filosóficos (CARRIÈRE, 2004, 2008) de mitema iniciático (GUSDORF, 2003). Propomos aos educadores em formação jogar com base nestes contos, num contexto antropológico de arte-educação. Por meio da corporeidade, numa linguagem analógica e relacional, dramatizar estes contos filosóficos passa a ser um modo de compreender em profundidade (reflexão vertical em MERLEAU-PONTY, 1992) seus ensinamentos para além dos paradigmas lastreados numa razão instrumental (MORIN, 2001), já num contexto de razão sensível (BACHELARD, 1989; MAFFESOLI, 1998; FERREIRA-SANTOS & ALMEIDA, 2012). Atualmente a pesquisa vem sendo desenvolvida junto a jovens universitários, graduandos em Pedagogia da Faculdade de Educação da USP, no núcleo de "dramatização de contos", do Laboratório Experimental de Arte-Educação e Cultura (Lab_Arte) - FE-USP. A utilização da dramatização de contos filosóficos consolida um processo mitohermenêutico (FERREIRA-SANTOS & ALMEIDA, 2012) assaz significativo que os sensibiliza, pois em seu processo identitário o ser humano se (re)inventa à medida que pode narrar(-se). Nossa pesquisa incentiva para que os jovens graduandos em Pedagogia sejam iniciados na busca de seu próprio caminho de autoformação (idem), problematizando as "grades" curriculares a que são submetidos, reconhecendo a potencialidade de realizarem sua humanidade, sua humanitas (FERREIRA-SANTOS, 2008) na relação com o Outro no mundo contemporâneo. É também um convite para que se busque exercer de forma mais existencial, significativa, racional e sensível a sua função como educadores. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PEREIRA, Theda Cabrera Gonçalves. A ético-poética do trabalho sobre si por meio da dramatização de contos filosóficos com mitema iniciático na formação inicial de educadores. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Educação São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.