Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do hipoclorito de sódio e solução de mamona (Ricinus communis) quanto à eficácia do controle do biofilme de próteses totais e efeitos adversos sobre a resina acrílica termicamente ativada.

Processo: 13/04800-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Helena de Freitas Oliveira Paranhos
Beneficiário:Carolina Noronha Ferraz de Arruda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Ricinus communis   Hipoclorito de sódio

Resumo

O objetivo deste trabalho será avaliar, por meio de estudo clínico, a eficácia de soluções químicas de higienização - hipoclorito alcalino em diferentes concentrações e solução experimental à base de mamona (Ricinus communis) - quanto à ação antimicrobiana e propriedade de remoção de biofilme, e por meio de estudo laboratorial os efeitos adversos dessas soluções sobre a resina termicamente ativada. Para a análise clínica, cerca de 50 pacientes serão recrutados e orientados a escovar suas próteses (escova Denture e sabonete líquido neutro) três vezes ao dia e imergí-las (20 minutos), uma vez ao dia, nas seguintes soluções: Grupo I- Solução salina (controle); Grupo II- Hipoclorito de sódio 0,10%; Grupo III- Hipoclorito de sódio 0,20%; Grupo IV- Solução experimental de mamona a 8%. De acordo com uma sequência aleatorizada, cada solução será utilizada por 14 dias, com um período de 7 dias de wash out entre elas, durante o qual os pacientes realizarão sua higienização habitual. A avaliação da ação antimicrobiana será realizada antes ("Baseline") e após os 14 dias de uso de cada uma das soluções, por meio da contagem de unidades formadoras de colônia (UFC) de cepas dos gêneros Streptococcus e Candida. Cada prótese será colocada em placa de Petri e escovada (escova Sorriso e solução salina) por 2 minutos, sendo a suspensão transferida para tubo de ensaio com salina. Após diluições decimais (100 até 103), alíquotas de 10 µL ml de cada diluição serão cultivadas em placas de Petri contendo ágar SB-20 ou ágar Sabourraud dextrose para detecção de estreptococos do grupo mutans ou Candida sp., respectivamente. Após incubação (microaerofilia ou aerobiose) por 48hs, o número de colônias características será mensurado com a utilização de lupa estereoscópica, considerando-se colônias com morfologia típica. Para análise da propriedade de remoção de biofilme, ao final de cada período de 14 dias, a superfície interna de cada prótese superior será evidenciada (vermelho neutro 1%) e fotografada (Canon EOS Digital Rebel). As fotografias serão processadas (Adobe Photoshop 5.5) e as áreas (total e corada com biofilme) serão medidas (Image Tool 3.00), sendo a porcentagem de biofilme calculada como a relação entre a área do biofilme multiplicado por 100 e a área da superfície total da base interna da prótese. Para a análise laboratorial, Serão confeccionados 120 corpos de prova em resina acrílica termicamente ativada (Lucitone 550), sendo 60 circulares para os ensaios de alteração de cor e 60 retangulares para os ensaios de rugosidade superficial e resistência à flexão.Matrizes metálicas circulares (análise de alteração de cor) e retangulares (análises de rugosidade superficial e resistência à flexão) serão incluídas em muflas convencionais e a resina acrílica será manipulada, prensada e polimerizada, segundo as instruções dos fabricantes. Após desinclusão, os corpos de prova obtidos receberão acabamento (micromotor, fresas e lixas d'água) e polimento (pedra pomes e pasta de diamante) e serão imersos por 20 minutos nas soluções: 1) Controle 1 (solução salina); 2) Hipoclorito de sódio a 0,1%; 3) Hipoclorito de sódio a 0,2% e 4) Solução experimental de Mamona a 8%. Antes e após as imersões, os corpos de prova serão avaliados quanto à alteração de cor, por meio de Espectrocolorímetro (Color Guide 45/0) e correlação dos dados de acordo com unidades NBS (NBS=E* x 0,92), quanto à rugosidade superficial (rugosímetro Surftest SJ-201P) e à resistência à flexão (Máquina Universal de Ensaios DL 2000, EMIC).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ARRUDA, CAROLINA N. F.; SALLES, MARCELA M.; BADARO, MAURICIO M.; SORGINI, DANILO B.; OLIVEIRA, VIVIANE C.; MACEDO, ANA P.; SILVA-NOVATO, CLAUDIA H.; PARANHOS, HELENA F. O. Evaluation of biofilm removal and adverse effects on acrylic resin by diluted concentrations of sodium hypochlorite and Ricinus communis solutions. GERODONTOLOGY, v. 35, n. 3, p. 246-253, SEP 2018. Citações Web of Science: 2.
FERRAZ DE ARRUDA, CAROLINA NORONHA; SALLES, MARCELA MOREIRA; BADARO, MAURICIO MALHEIROS; OLIVEIRA, VIVIANE DE CASSIA; MACEDO, ANA PAULA; SILVA-LOVATO, CLAUDIA HELENA; OLIVEIRA PARANHOS, HELENA DE FREITAS. Effect of sodium hypochlorite and Ricinus communis solutions on control of denture biofilm: A randomized crossover clinical trial. JOURNAL OF PROSTHETIC DENTISTRY, v. 117, n. 6, p. 729-734, JUN 2017. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ARRUDA, Carolina Noronha Ferraz de. Avaliação do hipoclorito de sódio e solução de mamona (Ricinus communis) quanto à eficácia do controle do biofilme de próteses totais e efeitos adversos sobre a resina acrílica termicamente ativada. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.