Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do papel do núcleo basolateral anterior da amígdala no medo predatório e contextual

Processo: 13/05123-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Newton Sabino Canteras
Beneficiário:Ricardo Passoni Bindi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ferimentos e lesões   Complexo nuclear basolateral da amígdala   Tonsila do cerebelo   Contexto   Medo   Modelos animais

Resumo

A amígdala é uma estrutura heterogênea crucial para respostas de medo. A função da parte anterior do núcleo baso lateral da amígdala (BLAa) no medo predatório inato e condicionado é desconhecida. A presente investigação será feita por meio de um de um modelo etológico, na qual reações comportamentais de medo ao predador serão categorizadas. O experimento inicia-se com a lesão do BLAa através de depósitos iontoforéticos bilaterais de NMDA. Após um período de recuperação de sete dias, os ratos serão ambientados no aparato experimental durante 10 dias. No 11º dia um gato será colocado no aparato experimental dentro do compartimento de comida do roedor, e exposto ao rato durante 10 minutos. O aparato será limpo retirando vestígios de cheiro do gato. No dia seguinte rato será exposto ao aparato experimental sem o gato, para avaliarmos as repostas contextuais de medo. Todos os testes comportamentais serão filmados para posterior análise dos comportamentos de defesa inato e contextual. Considerando o padrão diverso de conexão do BLAa, comparado aos outros sítios amigdalianos sabidamente envolvidos nas respostas anti-predatórias, uma possível participação do BLAa nestas respostas abrem novas perspectivas para ampliarmos os nosso entendimento dos sistemas envolvidos nas respostas anti-predatórias.