Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa dos padrões de proliferação e morte celular na próstata ventral de gerbilos sob os efeitos dos desreguladores endócrinos bisfenol a e cádmio em condições androgênicas normais e após orquiectomia

Processo: 13/05115-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Sebastião Roberto Taboga
Beneficiário:Simone Jacovaci Colleta
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cádmio   Reprodução   Próstata   Bisfenol A

Resumo

A próstata é uma glândula acessória do sistema genital responsável pela produção de um líquido alcalino que garante a capacitação e sobrevivência dos espermatozóides. O seu desenvolvimento ocorre sob influência de um controle androgênico e estrogênico regulado e preciso, de forma que sensíveis interferências podem predispor esta glândula a desenvolver doenças como hiperplasia prostática benigna e câncer durante a vida adulta e senil. Pesquisas atuais têm demonstrado que diversos poluentes ambientais, quando em contato com o organismo humano, apresentam atividade hormonal. Entre estes químicos ambientais, destacam-se o bisfenol A e o cádmio. O bisfenol é um monômero liberado de polímeros plásticos amplamente utilizados na atualidade. O cádmio é um metal pesado tóxico utilizado na indústria e também liberado pela queima do tabaco. Estas duas substâncias podem interferir na morfogênese prostática, uma vez que mimetizam estrógenos e competem pelos receptores desses hormônios. Diversos estudos têm demonstrado que a exposição intra-uterina e neonatal a estes desreguladores endócrinos altera o padrão normal da morfogênese prostática, favorecendo o desenvolvimento de lesões na vida adulta e senil. Contudo, pouca atenção tem sido voltada para os efeitos que a exposição a estes químicos pode causar durante o desenvolvimento prostático pós-natal. A puberdade é um período importante do desenvolvimento pós-natal da próstata, pois a secreção testicular de andrógenos iniciada na adolescência induz um novo surto de crescimento e diferenciação prostática. Portanto, é de fundamental importância avaliar como a exposição a estas substâncias atua no processo de desenvolvimento puberal da próstata, observando qual é a relevância deste período para o processo de formação global da glândula. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar os efeitos morfológicos da exposição ao bisfenol A e ao cádmio sobre a próstata de gerbilos machos normais e castrados e as possíveis alterações nos padrões de proliferação e morte celular nessa glândula, utilizando-se de estudo comparativo entre marcadores. Para cumprimento destes propósitos serão empregados métodos morfológicos, sorológicos, morfométricos e imunocitoquímicos. Os resultados obtidos com este estudo serão muito importantes para compreensão da atuação desses desreguladores endócrinos na próstata e sua importância na promoção de patologias na glândula.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COLLETA, SIMONE J.; ANTONIASSI, JULIA Q.; ZANATELLI, MARIANNA; SANTOS, FERNANDA C. A.; GOES, REJANE M.; VILAMAIOR, PATRICIA S. L.; TABOGA, SEBASTIAO R. Acute Exposure to Bisphenol A and Cadmium Causes Changes in the Morphology of Gerbil Ventral Prostates and Promotes Alterations in Androgen-Dependent Proliferation and Cell Death. ENVIRONMENTAL TOXICOLOGY, v. 32, n. 1, p. 48-61, JAN 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.