Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade de algas verdes em crostas biológicas de solos do cerrado

Processo: 13/03354-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Luis Henrique Zanini Branco
Beneficiário:Marcella Palhiari Tralli
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia molecular   Chlorophyta   Morfologia vegetal   Cerrado

Resumo

As algas verdes representam um grupo bastante diverso e seus representantes podem ser encontrados em muitos tipos de habitats de diferentes ecossistemas. Nos solos, as algas verdes, em associação com outros organismos, podem originar as crostas biológicas, uma comunidade considerada relevante nos ecossistemas (especialmente nos áridos e semiáridos). São colonizadores, auxiliando na redução da erosão, estabilizando e melhorando as propriedades físicas e químicas dos solos e também influenciando a germinação de diferentes plantas. No Brasil, o bioma cerrado, que ocupa aproximadamente 22% do território, é propício para o desenvolvimento de crostas biológicas, mas nenhum estudo envolvendo algas verdes de crostas biológicas foi ainda realizado. O estudo proposto visa o levantamento taxonômico das assembleias de algas verdes encontradas em áreas de cerrado nos estados de São Paulo e Minas Gerais e a caracterização molecular das espécies mais frequentes. Com base nos resultados dos levantamentos, também objetiva-se a comparação da biota encontrada entre os ambientes estudados e a caracterização de parâmetros ambientais sob os quais as diferentes espécies e assembleias de algas verdes ocorrem. As coletas de material serão realizadas no Parque Nacional Serra da Canastra e em um parque estadual (ainda a ser definido). O material coletado será submetido a exame sob microscópio óptico e também a cultivo em meio artificial. Serão produzidas identificações taxonômicas com base nas características morfológicas e também estudos moleculares (com os marcadores SSU e ITS) serão realizados a partir dos cultivos bem sucedidos. Como resultados, serão apresentadas a diversidade e as descrições das espécies encontradas, além da caracterização molecular e estudos filogenéticos das cepas em cultivo. Pretende-se, também, a comparação entre as floras das diferentes áreas, buscando-se por espécies comuns e relações com os parâmetros ambientais avaliados. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TRALLI, Marcella Palhiari. Diversidade de algas verdes em crostas biológicas de solo do cerrado. 2015. 65 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.