Busca avançada
Ano de início
Entree

Elaboração de um modelo espacial de gerenciamento de resíduos sólidos urbanos para o estado de São Paulo utilizando o TerraME

Processo: 13/09039-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Métodos e Técnicas do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Jean Pierre Henry Balbaud Ometto
Beneficiário:Victor Fernandez Nascimento
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/24344-6 - Modelagem espacial para o estudo dos impactos ambientais causados pela disposição final de resíduos sólidos urbanos em escala regional, BE.EP.DR
Assunto(s):Gases do efeito estufa   Geoprocessamento   Aterros sanitários   Gerenciamento de resíduos

Resumo

O estado de São Paulo possui área de 248.196,960 km2 e uma população de 41.262.199 habitantes distribuídos em 645 municípios IBGE (2010) dentre os estados brasileiros é o mais populoso e também o maior gerador de resíduos sólidos produzindo anualmente cerca de 9.580.885 toneladas CETESB (2011). Porém, o estado de São Paulo ainda não possui um modelo espacial para o gerenciamento destes resíduos. Considerando a Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS (2010), que tem como meta o encerramento de todos os lixões e formas inadequadas de disposição final de resíduos sólidos até o ano de 2014, pretende-se neste trabalho elaborar um modelo de gerenciamento de resíduos sólidos utilizando a plataforma computacional de domínio público do TerraME para auxiliar na localização de zonas favoráveis e cálculo do tamanho destas áreas para a implantação de unidades de tratamento dos resíduos sólidos urbanos e disposição final dos rejeitos em aterros sanitários em dois cenários, um no qual se buscaria que todos os municípios tivessem em seus limites uma área favorável, e outro no qual seriam estimulados consórcios entre dois ou mais municípios para que operem uma área em conjunto. Para isso pretende-se utilizar à lógica fuzzy no sistema de informação geográfica - SIG TerraView e ferramentas de geoprocessamento para montar e elaborar as bases de dados utilizadas aplicando a metodologia de Análise Multi-Critério de Decisão, para três visões Ambientais, Econômicas e Sociais, contribuindo assim para uma visão sistêmica para a gestão de resíduos sólidos de acordo com os princípios da PNRS. Como a maior parte dos resíduos sólidos produzidos possui alto teor de matéria orgânica, pretende-se também estimar a quantidade dos gases gerados e sua viabilidade para a produção de energia através do modelo EASEWASTE que é uma ferramenta de avaliação do ciclo de vida para a gestão integrada de resíduos sólidos. Desta forma será analisada qual a importância da utilização destes gases para a geração de energia e sua influência para que a redução das emissões de Gases do Efeito Estuda no estado de São Paulo sejam cumpridas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NASCIMENTO, VICTOR FERNANDEZ; YESILLER, NAZLI; CLARKE, KEITH C.; HENRY BALBAUD OMETTO, JEAN PIERRE; ANDRADE, PEDRO R.; SOBRAL, ANAHI CHIMINI. Modeling the environmental susceptibility of landfill sites in California. GIScience & Remote Sensing, v. 54, n. 5, p. 657-677, 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.