Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas fisiológicas e bioquímicas à exposição ao cobre no caranguejo chama-marés Uca rapax (Crustacea, Ocypodidae): diferentes vias de absorção do metal

Processo: 13/10672-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Fisiologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:John Campbell McNamara
Beneficiário:Mariana Vellosa Capparelli
Supervisor no Exterior: Martin Grosell
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Miami, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/08065-9 - Análise qualitativa e quantitativa da poluição por metais no caranguejo chama-marés Uca rapax (Ocypodidae, Brachyura) avaliada por biomarcadores fisiológicos, bioquímicos e genéticos, BP.DR
Assunto(s):Ecofisiologia   Metais pesados   Cobre   Ecotoxicologia

Resumo

Este estudo visa esclarecer os mecanismos de toxicidade do cobre, acumulação e distribuição em tecidos no caranguejo chama-marés Uca rapax (Crustacea, Ocypodidea), um crustáceo semi-terrestre que habita ambientes com grande variação de salinidade. Nosso objetivo final é desenvolver uma abordagem para o modelo Ligante Biótico e comparar diferentes caminhos de captação de metal sobre uma gama de salinidades após a exposição ao cobre veiculação hídrica e dieta. Os caranguejos serão coletados em Key Biscayne, Miami, Florida, transportados para o Laboratório de Fisiologia e Toxicologia Ambiental, da Universidade de Miami, Florida, onde serão expostos durante 10 dias para exposição de cobre via veiculação hídrica ou dieta. Os testes de toxicidade serão realizados em diferentes salinidades (<0,5, 25 e 60 S), juntamente com as medições de parâmetros físico-químicos e concentrações totais e dissolvidos de cobre nos meios experimentais. Assim, os objetivos específicos são verificar a influência da salinidade sobre a toxicidade do cobre por via veiculação hídrica e pela dieta, serão mensurados também a osmolaridade hemolinfa, íons (Na+ e Cl-) e atividades branquiais das enzimas Na+/K+ ATPase e anidrase carbônica, além da acumulação de de cobre em diferentes tecidos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAPPARELLI, V, M.; MCNAMARA, J. C.; GROSELL, M. G. Tissue Accumulation and the Effects of Long-Term Dietary Copper Contamination on Osmoregulation in the Mudflat Fiddler Crab Minuca rapax (Crustacea, Ocypodidae). Bulletin of Environmental Contamination and Toxicology, v. 104, n. 6 MAY 2020. Citações Web of Science: 0.
CAPPARELLI, MARIANA V.; MCNAMARA, JOHN C.; GROSELL, MARTIN. Effects of waterborne copper delivered under two different exposure and salinity regimes on osmotic and ionic regulation in the mudflat fiddler crab, Minuca rapax (Ocypodidae, Brachyura). ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 143, p. 201-209, SEP 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.