Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de fornos e processos para produção de fibras de carbono

Processo: 13/03993-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Pesquisador responsável:Heitor Aguiar Polidoro
Beneficiário:Heitor Aguiar Polidoro
Empresa:Multivácuo Indústria e Comércio de Sistemas de Processos à Vácuo Ltda. - EPP
Vinculado ao auxílio:12/50386-0 - Desenvolvimento de fornos e processos para produção de fibras de carbono, AP.PIPE
Assunto(s):Fornos   Fibra de carbono   Poliacrilonitrila   Carbonização

Resumo

O presente projeto tem como finalidade última a consolidação da tecnologia fabril de Fibra de Carbono (FC), um insumo estratégico e inexistente no Brasil. O sucesso alcançado na consecução do projeto 07/51606-5 PIPE FAPESP Fase I traz como consequência a apresentação do presente projeto que se fundamenta em 4 pontos focais: 1) histórico do grupo proponente com desenvolvimento realizado de um processo inovador e economicamente vantajoso para a produção de FC; 2) aproveitamento eficiente de infraestrutura criada e operacionalizada no projeto 07/51606-5; 3) interesse demonstrada pela empresa produtora de fibra PAN, a Radicifibras, em apoiar de forma efetiva a iniciativa do grupo; 4) crescente número de alunos de graduação e de pós-graduação integrado ao grupo de pesquisa do projeto. A FC apresenta elevada resistência mecânica específica e estabilidade físico-química adequadas para ser aplicada principalmente como elemento de reforço de compósitos estruturais. Neste projeto, o enfoque maior será dado em aplicações outras, ditas industriais, que a nível mundial vem apresentando maior crescimento em consumo. As aplicações industriais são em material ablativo, isolante térmico, carga condutora de materiais isolantes, materiais para Engenharia civil e na forma ativada como adsorvente de uma gama ampla de materiais em meios líquido e gasoso. Este enfoque vem em decorrência da característica da FC a ser produzida ser de uso geral, produzida a partir de PAN têxtil. Nesta Fase I, pretende-se criar uma infraestrutura capaz de provar conceitualmente a validade da proposta de um sistema inovador de pré-carbonização acoplado à estufa de oxidação que, operado em processo semi contínuo (duas a três etapas de processamento contínuo), em tese, deve mostrar a vantagem econômica em comparação a outros tipos de equipamentos em utilização industrial. O conjunto oxidação-pré-carbonização será também complementado com equipamentos para realização de carbonização completa a temperaturas superiores (1200 a 1700°C). A unidade laboratorial será projetada e construída com o objetivo de produzir amostras de FC em processo semi contínuo e as caracterizações dos materiais produzidos fornecerão um conjunto de dados úteis para o projeto da unidade de processamento contínuo a ser proposta na segunda fase do projeto. (AU)