Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da hibridação entre espécies do gênero Pitcairnia (Bromeliaceae) através de marcadores plastidiais

Processo: 13/12966-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Clarisse Palma da Silva
Beneficiário:Mateus Ribeiro Mota
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/52725-3 - Especiação, isolamento reprodutivo e genética de populações na família Bromeliaceae: implicações taxonômicas, evolutivas e conservacionistas, AP.BTA.JP
Assunto(s):Evolução molecular

Resumo

Pitcairnia flammea ocorre ao longo da Floresta Atlântica de Santa Catarina ao Espírito Santo.Esta espécie ocorre em simpatria com P. corcovadensis e P. albiflos na cidade do Rio de Janeiro e em simpatria com P. decídua cff. no estado de São Paulo. Estudos anteriores reportaram o compartilhamento de DNA plastidial entre espécies de P. flammea, P. corcovadensis e P. albiflos, indicando que estasespécies sofrem fluxo gênico interespecífico (hibridação/introgressão) ou/e ainda, que possuem certo graude polimorfismo ancestral. Para podermos distinguir entre polimorfismo ancestral ouhibridação/introgressão recente, e explorar os padrões e as consequências do fluxo gênico interespecífico entre Pitcairnias de afloramentos rochosos da Floresta Atlântica neste projeto iremos utilizar marcadores nucleares do tipo microssatélites. O objetivo deste projeto é descrever a estrutura genética plastidial de populações simpátricas (P. flammea, P. corcovadensis e P. albiflos, no Rio de Janeiro e P. flammea e P. decídua, em São Paulo) e alopatricas das respectivas espécies, para a partir dela, testar hipóteses sobre os processos evolutivos envolvidos na diferenciação populacional e na coesão das espécies, tais comointrogressão, hibridação e deriva genética. Serão utilizados Primers Universais plastidiais previamentedescritos na literatura. Desta forma poderemos avaliar a extensão dos possíveis eventos de hibridação e suas consequências genético-evolutivas para esse grupo de plantas Neotropicais.