Busca avançada
Ano de início
Entree

Interlocuções entre as filosofias de Skinner e de Maturana no estudo do comportamento

Processo: 13/09487-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Maria Helena Leite Hunziker
Beneficiário:Fabiana Meirelles Almeida Costa
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do comportamento   Behaviorismo   Comportamento e mecanismos comportamentais   Neurociências

Resumo

O diálogo entre a análise do comportamento e as neurociências põe-se como uma questão importante no debate científico contemporâneo, uma vez que a interlocução dessas ciências pode contribuir para a constituição de um campo de conhecimento mais completo. A possibilidade/conveniência desse diálogo é controversa, sendo rejeitada por alguns analistas do comportamento que se apoiam na proposta de Skinner de que a explicação do comportamento deve ser pautada por termos, leis e conceitos derivados da própria dinâmica comportamental. Contudo, alguns autores têm analisado que tal asserção está sendo considerada fora do contexto global da obra de Skinner, uma vez que ao longo dos seus escritos sobre o tema ele defendeu que dados fisiológicos podem complementar a análise do comportamento, desde que seu uso seja alicerçado em bases empíricas e não em inferências. O presente projeto tem por objetivo analisar compatibilidades e/ou conflitos entre duas proposições filosóficas voltadas ao estudo do comportamento, uma relacionada à análise do comportamento e outra às neurociências, verificando a possibilidade de diálogo entre elas. Para tanto, serão analisados textos de Skinner (representante da análise do comportamento) e Maturana (representante das neurociências) voltados a essa questão. A pesquisa deverá ser realizada em três etapas: (1) Análise de textos de Skinner; (2) Análise de textos de Maturana; (3) Discussão sobre a possibilidade de diálogos entre as ciências decorrentes das filosofias de ambos. (AU)