Busca avançada
Ano de início
Entree

Interações entre insetos frugívoros e frutos de Myrtaceae.

Processo: 13/12718-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Wesley Rodrigues Silva
Beneficiário:André Stocco de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/06051-6 - Interações entre insetos frugívoros e frutos de Myrtaceae, AP.R
Assunto(s):Redes ecológicas   Animais frugívoros

Resumo

Alguns insetos pertencentes às ordens Diptera, Coleoptera, Hemiptera e Lepidoptera se desenvolvem em frutos, podendo ser consumidores de polpa ou predadores de semente. As larvas podem completar o desenvolvimento no interior dos frutos e emergirem como adultos, ou abandonarem o fruto e empuparem no solo. No entanto, fatores abióticos e bióticos poderiam moldar a ocorrência e intensidade da interação espécies de insetos e de plantas. Tipo de solo, umidade e temperatura podem agir como filtros ambientais reduzindo a sobrevivência das pupas, selecionando quais espécies ocorrem em determinados locais. O período de oviposição e densidade de larvas podem ser limitados pela oferta de recursos e padrões de frutificação, assim como quantidade de polpa e sementes por fruto. Por sua vez, tais aspectos da planta também são afetados por características ambientais locais, com a frutificação e investimento em polpa e semente variando entre áreas. Deste modo, ao longo de um gradiente ambiental seria esperado que espécies distintas de insetos se desenvolvam nos frutos de uma mesma espécie ou não. Além disso, os frutos também podem ser consumidos por vertebrados, possibilitando a predação de insetos por vertebrados durante o consumo de frutos infestados. Se a pressão de predação exercida por vertebrados for forte, talvez possa selecionar o conjunto de insetos frugívoros associados a plantas. Como características de frutos, como coloração e tamanho, podem permitir inferir se as sementes são dispersas por aves ou por mamíferos, a seleção de insetos por pressão de predação variaria de acordo com a síndrome de dispersão. Neste contexto, o objetivo deste projeto é investigar se fatores abióticos, período de frutificação, características de frutos e dispersão de sementes por vertebrados moldam as interações entre insetos frugívoros e espécies de Myrtaceae ao longo de um gradiente ambiental.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)