Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de novas tecnologias para o aprimoramento do diagnóstico e manejo das infecções fúngicas em pacientes com AIDS e outras condições imunodepressoras

Processo: 13/13023-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Luiza Moretti
Beneficiário:Laís Lovison Sturaro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/51158-0 - Aplicação de novas tecnologias para o aprimoramento do diagnóstico e manejo das infeccções fúngicas em pacientes com AIDS e outras condições imunodepressoras, AP.R
Assunto(s):Microbiologia   Identificação molecular

Resumo

A incidência de infecções fúngicas oportunistas vêm aumentando devido à elevação da população de pacientes imunosuprimidos, incluindo indivíduos submetidos à transplantes de órgãos ou células hematopoiéticas, portadores de câncer ou AIDS, neonatos prematuros, pacientes idosos e pacientes em recuperação de cirurgias. Devido às altas taxas de morbidade e mortalidade associadas a tais infecções, o conhecimento adequado e rápida identificação de tais patógenos é de extrema importância para o correto manejo e tratamento dos pacientes. Com base nessas informações, o presente estudo tem como objetivo principal a aplicação de métodos moleculares para o diagnóstico de infecções fúngicas em pacientes internados no Hospital de Clínicas da UNICAMP, Campinas-SP, sendo um compilado de três projetos em andamento que tem como objetivos individuais (a) avaliar a presença de fungos do gênero Fusarium spp no ar do ambiente hospitalar e de locais adjacentes, (b) determinar as interações entre os diferentes tipos de resposta imune adaptativa no contexto das infecções invasivas por Candida e (c) identificação de infecções fúngicas pulmonares em pacientes positivos para HIV. Todos os projetos isolados foram aprovados pelo Comitê de Ética da instituição e preveem a identificação fúngica por metodologias moleculares como PCR em tempo real, microarray, sequenciamento e detecção dos antígenos (1,3)-²-D-Glucan e galactomanana. Esse projeto é desenvolvido em colaboração internacional com o Medical Mycology Research Center, Chiba University, Japan (Projeto UNICAMP 02P-29548-09 - New diagnostic approaches in the management of fungal infections in AIDS and other immunocompromised patients) e envolve parceria entre a JICA (Japan International Cooperation Agency), UNICAMP e Ministério das Relações Exteriores da República Federativa do Brasil.