Busca avançada
Ano de início
Entree

Trato vocal de mulheres normais e disfônicas pré e pós técnica Lax VOX: análise bidimensional às simulações acústicas com modelos físicos

Processo: 12/17390-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Domingos Hiroshi Tsuji
Beneficiário:Rosiane Kimiko Yamasaki Odagima
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ressonância magnética   Prototipagem rápida   Disfonia   Voz

Resumo

Introdução: A configuração do trato vocal (TV) de indivíduos com nódulos vocais pode sofrer modificações em longo prazo por ajustes musculares hiperfuncionais. A Técnica Lax Vox® promove mudanças biomecânicas no sistema fonatório com consequente redução da força de colisão entre as pregas vocais e ampliação da supraglote. Embora seja indicada nos quadros de nódulos vocais, a literatura sobre os efeitos dessa técnica no TV de indivíduos disfônicos é escassa. Estudos morfométricos e acústicos da configuração do TV, pré e pós técnica, podem ser realizados por imagens de ressonância magnética (RM) e por simulações acústicas com modelos físicos do TV. Objetivos: 1. medir a configuração do TV por imagens de RM de mulheres normais e disfônicas com nódulos vocais em fonação, pré e pós Técnica Lax Vox®; 2. desenvolver modelos físicos do TV em 3D, pré e pós técnica; 3. verificar os efeitos acústicos da configuração do TV de mulheres normais e disfônicas, pré e pós técnica, por simulações realizadas com modelos físicos. Método: A amostra consistirá de 10 mulheres normais e de 10 com nódulos vocais, faixa etária de 18 a 40 anos. O exame de RM será realizado com as participantes em fonação antes e após três minutos sob a técnica vocal. A análise morfométrica consistirá de medidas verticais, horizontais, de área e de volume. Nas simulações acústicas, os modelos físicos, desenvolvidos a partir de imagens de RM e da tecnologia de PR, serão excitados por um horn driver, que emitirá pulsos glotais obtidos por filtragem inversa. As emissões sintetizadas serão analisadas pelo método LPC. Resultados Preliminares: O piloto da pesquisa consistiu de uma paciente com nódulos vocais. A RM possibilitou a observação de mudanças importantes na configuração do TV pós-técnica vocal.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YAMASAKI, ROSIANE; MURANO, EMI Z.; GEBRIM, ELOISA; HACHIYA, ADRIANA; MONTAGNOLI, ARLINDO; BEHLAU, MARA; TSUJI, DOMINGOS. Vocal Tract Adjustments of Dysphonic and Non-Dysphonic Women Pre- and Post-Flexible Resonance Tube in Water Exercise: A Quantitative MRI Study. JOURNAL OF VOICE, v. 31, n. 4, p. 442-454, JUL 2017. Citações Web of Science: 2.
YAMASAKI, ROSIANE; MONTAGNOLI, ARLINDO; MURANO, EMI Z.; GEBRIM, ELOISA; HACHIYA, ADRIANA; LOPES DA SILVA, JORGE VICENTE; BEHLAU, MARA; TSUJI, DOMINGOS. Perturbation Measurements on the Degree of Naturalness of Synthesized Vowels. JOURNAL OF VOICE, v. 31, n. 3 MAY 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.