Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação in vitro da instrumentação rotatória associada ao extrato de própolis em neutralizar os efeitos do ácido lipoteicóico (LTA) de Enterococcus faecalis em induzir produção de citocinas pró-inflamatórias (IL-1², TNF-± e IL-6) por macrófagos

Processo: 13/01491-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luciane Dias de Oliveira
Beneficiário:Carolina Oliver da Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Bactérias gram-positivas   Medicação intracanal   Ácido lipoteicoico   Citocinas   Enterococcus faecalis   Macrófagos   Citotoxicidade   Técnicas in vitro   Teste de Tukey

Resumo

Bactérias Gram-positivas liberam como importante fator de virulência o ácido lipoteicóico (LTA), que é estrutural e imunologicamente semelhante ao lipopolissacarídeo (LPS) das bactérias Gram-negativas, sendo importante sua remoção e/ou neutralização de seus efeitos citotóxicos no sistema de canais radiculares. Com isso, o objetivo deste estudo será avaliar a eficácia da instrumentação rotatória com instrumentos níquel-titânio associada ao extrato glicólico de própolis e medicações intracanais em neutralizar os efeitos citotóxicos do LTA de Enterococcus faecalis em canais radiculares, analisando a produção de citocinas pró-inflamatórias (IL-1², TNF-±, IL-6) por macrófagos (RAW 264.7). Para tanto, serão utilizados 36 dentes humanos unirradiculados com tamanho padronizado em 16 mm. Os canais radiculares serão inicialmente preparados até instrumento BR2 (25/0.04) e os espécimes serão distribuídos em microplacas (n=12). Após esterilização (radiação gama Co60), serão realizadas 3 inoculações repetidas, a cada 24 hs, de 10 ¼L de solução de LTA de E. faecalis nos canais radiculares. Após, será realizada a instrumentação dos canais com 5 instrumentos rotatórios NiTi (sistema BioRaCe), segundo especificações do fabricante, na seguinte sequência: BR3 (25/0.06); BR4 (35/0.04); BR5 (40/0.04); BR6 (50/0.04) e BR7 (60/0.02), utilizando extrato glicólico de própolis 12% como irrigante. Após aplicação de EDTA (3 min), os espécimes serão divididos em 3 grupos (n=12) de acordo com a medicação intracanal (MIC): HC) hidróxido de cálcio com solução fisiológica; CLX) clorexidina gel 2%; CLX+HC) clorexidina gel 2% + hidróxido de cálcio. A MIC permanecerá por 14 dias. No total, serão realizadas três coletas do canal radicular: 1ª) imediatamente após a instrumentação; 2ª) após EDTA; 3ª) após remoção da MIC. Estas amostras serão utilizadas para verificar se os protocolos de tratamento apresentam capacidade de neutralizar os efeitos citotóxicos do LTA. Macrófagos da linhagem RAW 264.7, mantidos a 37æC/5% CO2 em meio DMEM enriquecido com soro fetal bovino, serão ativados com as amostras coletadas dos canais. Após 24 hs, os sobrenadantes da cultura celular serão coletados e utilizados para verificar a produção de citocinas pró-inflamatórias (IL-1², TNF-± e IL-6) pelo teste imunoenzimático (ELISA). Os resultados serão analisados estatisticamente (ANOVA e teste de Tukey, 5%). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)