Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da associação de treinamento físico aeróbio e resistido em parâmetros autonômicos e de estresse oxidativo em ratas hipertensas ooforectomizadas

Processo: 13/07869-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Kátia de Angelis Lobo D Avila
Beneficiário:Guilherme Lemos Shimojo Ferreira
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Menopausa   Modelo experimental   Hipertensão

Resumo

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. As mulheres antes do climatério apresentam proteção cardiovascular quando comparadas aos homens; no entanto, com o advento da menopausa, essa cardioproteção é reduzida e, somado ao sedentarismo e a diminuição de força, torna a mulher muito mais susceptível ao desenvolvimento de doenças crônicas degenerativas.Os benefícios da atividade física são amplamente estudados e divulgados no tratamento e prevenção de diversas disfunções cardio-metabólicas. No presente estudo iremos analisar o efeito do treinamento físico combinado (aeróbio + resistido) em parâmetros hemodinâmicos, autonômicos, de estresse oxidativo e de inflamação em um modelo experimental de ratas ooforectomizadas espontaneamente hipertensas (SHR). O treinamento será realizado em esteira e escadas adaptadas para ratos em dias alternados. Parâmetros de função cardiovascular (pressão arterial, PA e de frequência cardíaca, FC), de regulação autonômica (variabilidade da FC e da PA e sensibilidade dos pressorreceptores) e de capacidade física (teste máximo de corrida em esteira e teste de carga máxima em escada) e sua relação com alterações em parâmetros de estresse oxidativo (lipoperoxidação por quimiluminescência, proteínas carboniladas, balanço redox pela razão da glutationa oxidada e reduzida, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio, catalase, glutationa peroxidase, superóxido dismutase, capacidade antioxidante total), de metabolização de oxido nítrico (concentração de nitritos e nitratos plasmáticos) e de inflamação (leptina, adponectina, TNF alfa, IL-6, IL-10) serão avaliados. Os resultados do presente estudo poderão contribuir para um melhor entendimento dos mecanismos envolvidos na associação de fatores de risco no sexo feminino, bem como dos efeitos do treinamento físico combinado em modelo de hipertensão associado à privação dos hormônios ovarianos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SHIMOJO, G. L.; PALMA, R. K.; BRITO, J. O.; SANCHES, I. C.; IRIGOYEN, M. C.; DE ANGELIS, K. Dynamic resistance training decreases sympathetic tone in hypertensive ovariectomized rats. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 48, n. 6, p. 523-527, JUN 2015. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.