Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão de indoleamina 2,3- dioxigenase (IDO) em tecido renal durante o processo de transição epitélio mesenquimal induzido em modelo de obstrução ureteral unilateral (OUU)

Processo: 13/07183-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Humberto Dellê
Beneficiário:Gislene Mendes Simão
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fibrose   Vimentina   Obstrução ureteral   Dioxigenases

Resumo

Um dos processos mais importantes levando à perda de função renal é a fibrogênese, processo onde há depósito de matriz extracelular levando a glomeruloesclerose e fibrose tubulointersticial. Uma das vias responsáveis pela fibrogênese é a transição epitélio mesenquimal (EMT, do inglês epithelial-mesenchymal transition), onde as células tubulares adquirem fenótipo mesenquimal, aumentando o número de miofibroblastos, células responsáveis pelo depósito de matriz extracelular levando à fibrose. A enzima IDO é reconhecida como molécula imunomoduladora, especialmente por estar presente em placenta, garantindo a sobrevivência do tecido embrionário contra o sistema imune materno. Devido ao fato de haver expressão de IDO em túbulos renais, há grande interesse de estudar esta enzima em transplante renal. Entretanto, estudos recentes têm demonstrado um aumento da expressão renal de IDO em modelos de doença renal isquêmica e crônica, sugerindo um possível papel da enzima na fisiopatologia das doenças renais. Neste contexto, o presente estudo pretende analisar a expressão de IDO em modelo animal de OUU (obstrução ureteral unilateral), um modelo clássico de fibrose tubulointersticial, a fim de relacionar a expressão da enzima com a fibrose e o processo de EMT. Devido ao fato da EMT ser induzida por TGF-beta 1 e este mesmo fator induzir IDO, é possível que esta via tenha participação na fisiopatologia da fibrose tubulointersticial. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES MATHEUS, LUIZ HENRIQUE; SIMAO, GISLENE MENDES; AMARAL, TAISSA ALTIERI; OLIVEIRA BRITO, RODRIGO BARBOSA; MALTA, CAMILA SOARES; TELES MATOS, YVES SILVA; SANTANA, ALEXANDRE CHAGAS; CARDOSO RODRIGUES, GABRIELA GOMES; ALBEJANTE, MARIA CLARA; BACH, ERNA ELISABETH; DALBONI, MARIA APARECIDA; CAMACHO, CLEBER PINTO; DELLE, HUMBERTO. Indoleamine 2, 3-dioxygenase (IDO) increases during renal fibrogenesis and its inhibition potentiates TGF-beta 1-induced epithelial to mesenchymal transition. BMC Nephrology, v. 18, SEP 6 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.