Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da fadiga excêntrica dos extensores do quadril sobre a cinemática do tronco, quadril e joelho durante a aterrissagem do salto unipodal em mulheres sadias

Processo: 13/08107-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Theresa Helissa Nakagawa
Beneficiário:Jonathan Emanuel da Cunha
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Joelho   Cinemática   Fadiga muscular

Resumo

A fadiga promove adaptações biomecânicas nos membros inferiores que aumentam o risco das lesões do ligamento cruzado anterior (LCA) e da dor patelofemoral (DPF). Apesar dos músculos extensores do quadril atuarem excentricamente no controle do movimento do tronco e membros inferiores durante a aterrissagem do salto, nenhum estudo avaliou o efeito da fadiga excêntrica desses músculos sobre a biomecânica do tronco e membros inferiores em mulheres sadias. Assim, o objetivo do presente estudo será comparar a cinemática do tronco, quadril e joelho antes e após a fadiga excêntrica dos extensores do quadril durante a aterrissagem do salto unipodal em mulheres sadias. Para tal, serão avaliadas 15 voluntárias, na faixa etária entre 18 e 35 anos. A cinemática do tronco, quadril e joelho será avaliada com o sistema de análise do movimento (Qualysis AB, Gotheburg, Sweden) composto de seis câmeras. O protocolo de fadiga será realizado no dinamômetro isocinético (Biodex Multi-joint System 3, New York, US). Para análise dos dados, será utilizado o teste t de Student para amostras dependentes. Os resultados do presente estudo fornecerão informações detalhadas para o desenvolvimento de estratégias mais eficazes de prevenção e tratamento das lesões do LCA e da DPF. (AU)